book_icon

Nvidia apresenta novas ferramentas para impulsionar o Metaverso

As novidades incluem ferramentas e recursos baseados em IA que oferecem aos artistas, desenvolvedores e engenheiros o poder de criar mundos virtuais e conteúdo com mais facilidade

Nvidia apresenta novas ferramentas para impulsionar o Metaverso

Jensen Huang, fundador e CEO da Nvidia, apresentou três grandes novidades durante o Siggraph, um dos maiores eventos de computação gráfica do mundo, que termina quinta-feira (11/8) em Vancouver, Canadá. No encontro, desenvolvedores, engenheiros e pesquisadores puderam ver as novas ferramentas para construir avatares realistas, elevar as experiências imersivas e criar mundos virtuais 3D impressionantes.

A primeira novidade é uma nova gama de frameworks, ferramentas, aplicativos e plugins para desenvolvedores do Nvidia Omniverse, a plataforma para construir e conectar mundos Metaversos com base na Universal Scene Description (USD). A expansão do Omniverse inclui várias ferramentas e recursos baseados em IA que oferecem aos artistas, desenvolvedores e engenheiros o poder de criar mundos virtuais e conteúdo com mais facilidade e conectar-se de forma mais transparente aos principais aplicativos 3D atuais, incluindo PTC Creo, SideFX Houdini, Unity, e soluções da plataforma Siemens Xcelerator.

O Omniverse, uma plataforma de computação escalável multi-GPU para construir mundos virtuais, já está em uso por cerca de 700 empresas em todo o mundo para aprimorar o design arquitetônico e de produtos, simplificar os fluxos de trabalho de efeitos visuais e construir digital twins de fábricas, cidades e o planeta.

Além de lançar o Nvidia Omniverse Avatar Cloud Engine, um pacote de modelos e serviços de IA nativos da Cloud para a criação e implementação de assistentes virtuais e humanos digitais realistas, a empresa revelou as seguintes atualizações da plataforma:

Kit Omniverse: um kit de ferramentas para a criação de extensões e aplicações nativas do Omniverse:

– Grandes atualizações para o PhysX no Omniverse, incluindo simulação dimensionável de corpo e tecido de partículas dimensionáveis multi-GPU em tempo real, ajudando a trazer mais precisão física para mundos e objetos virtuais.

– Novos Workflows OmniLive – uma reformulação da colaboração baseada em USD no Omniverse, trazendo maior velocidade e desempenho para vários workflows 3D de aplicações e permitindo workflows USD não destrutivos para tornar a colaboração entre artistas e desenvolvedores mais fácil do que nunca.

Omniverse Audio2Face: uma ferramenta de IA que pode criar animações faciais diretamente de um arquivo de áudio. Introduz um grande salto na animação orientada por IA com a nova capacidade de inferir e gerar emoções realistas e animar todos os recursos faciais.

Omniverse Machinima: um aplicativo para criar efeitos cinematográficos e filmes animados em 3D com facilidade. Lança centenas de novos recursos 3D gratuitos dos jogos Post Scriptum, Beyond the Wire e Shadow Warrior 3, além de um conjunto de novas ferramentas de animação de IA como Audio2Gesture – uma IA que gera braço realista e movimento do corpo a partir de um arquivo de áudio.

Omniverse DeepSearch: agora disponível para clientes do Omniverse Enterprise, o DeepSearch ajuda as equipes a usar a IA para pesquisar de modo intuitivo e preciso bancos de dados enormes de visuais não registrados de elementos artísticos 3D usando linguagem natural, como “barril enferrujado, vermelho”. O DeepSearch é uma ferramenta revolucionária para desenvolvedores de games ou estúdios de efeitos visuais que têm centenas de milhares de elementos artísticos não registrados que eles não conseguem pesquisar. O premiado estúdio Industrial Light & Magic está usando o DeepSearch para desbloquear sua biblioteca de uma década de 100.000 céus.

Mais novidades

A Nvidia também anunciou o Nvidia Omniverse Avatar Cloud Engine (ACE), um pacote de modelos e serviços de Inteligência Artificial (IA) nativos da Cloud que facilita a criação e a personalização de assistentes virtuais e humanos digitais realistas.

Ao trazer esses modelos e serviços para a Cloud, o ACE permite que empresas de qualquer tamanho acessem instantaneamente a enorme potência computacional necessária para criar e implantar assistentes e avatares que entendem vários idiomas, respondem a sugestões de fala, interagem com o ambiente e fazem recomendações inteligentes.

Por fim, a nvidia anunciou uma ampla iniciativa para desenvolver o Universal Scene Description (USD), a linguagem de código aberto e extensível dos mundos 3D, para se tornar uma base do Metaverso aberto e da internet 3D.

Trabalhando com o criador do USD, o estúdio Pixar, bem como com a Adobe, Autodesk, Siemens e uma série de outras empresas líderes, a Nvidia fará um roteiro de vários anos para expandir os recursos da USD para além dos efeitos visuais, permitindo que ela ofereça melhor suporte a aplicações de Metaverso industriais em arquitetura, engenharia, manufatura, computação científica, robótica e digital twins industriais.

“Ficamos muito orgulhosos de lançar mais novidades nessa plataforma colaborativa que concede uma ampla variedade de ferramentas de criação de conteúdo. O Metaverso será a base de muitos setores nos próximos anos e essa novidade demonstra isso ainda mais”, comemora Marcio Aguiar, diretor da divisão Enterprise da Nvidia para América Latina.

A Nvidia está lançando uma coleção de recursos gratuitos para acelerar a adoção da USD, incluindo milhares de elementos artísticos USD desenvolvidos especificamente para abrir a criação de mundos virtuais para usuários sem experiência em 3D. A empresa também está fornecendo centenas de tutoriais on-demand, documentação e ferramentas de desenvolvedor para ajudar a espalhar a aprendizagem em USD.

Serviço
www.nvidia.com

 

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.