book_icon

Indústria de jogos se tornou o alvo preferidos dos hackers, diz Akamai

O novo relatório Gaming Respawned observa que esses ataques ocorrem na sequência da crescente popularidade e demanda por plataformas de jogos em Nuvem

Indústria de jogos se tornou o alvo preferidos dos hackers, diz Akamai

Akamai Technologie, empresa de Nuvem que alimenta e protege a vida online, divulgou nesta quinta-feira (4/8) um novo relatório State of the Internet mostrando que os ataques de aplicativos da Web na indústria de jogos mais que dobraram no ano passado. O novo relatório Gaming Respawned observa que esses ataques ocorrem na sequência da crescente popularidade e demanda por plataformas de jogos em Nuvem.

O relatório Gaming Respawned analisa por que e como a indústria de jogos se tornou um alvo mundial que atrai criminosos cibernéticos, trapaceiros e lavadores de dinheiro

Ataques a aplicativos da Web no setor de jogos colocam as contas dos jogadores em risco de serem comprometidas por criminosos cibernéticos, resultando na venda de contas de jogos e roubo de informações pessoais, incluindo dados de cartão de crédito. Espera -se que o mercado de microtransações atinja US$ 106 bilhões até 2026, criando um alvo enorme para os invasores. O relatório também conclui que a indústria de jogos é alvo de 37% de todos os ataques DDoS. Esta é uma quantidade esmagadora, pois a segunda vertical mais visada é o setor financeiro, com 22%.

Outras descobertas importantes do Gaming Respawned incluem:

– Os ataques a aplicativos da Web no setor de jogos cresceram 167% do primeiro trimestre de 2021 ao primeiro trimestre de 2022, impactando milhões de contas de videogames em todo o mundo.

– Os Estados Unidos são o principal alvo dos atacantes, seguidos pela Suíça, Índia, Japão, Reino Unido e outras nações da Europa e Ásia.

– As empresas de jogos estão migrando as operações para a Nuvem, criando novas superfícies de ameaças para hackers.

– As microtransações, predominantes na indústria de jogos, representam um grande atrativo para os criminosos, que podem capitalizar o poder de compra dos jogadores sem chamar atenção para si mesmos.

“À medida que a atividade de jogos aumentou e evoluiu, também aumentou o valor de interrompê-la por meio de ataques cibernéticos”, disse Jonathan Singer, estrategista sênior de Mídia e Entretenimento da Akamai. “Os criminosos cibernéticos normalmente interrompem serviços ao vivo e cooptam credenciais para roubar ativos de jogos. Além disso, com a expansão do setor para jogos em Nuvem, novas superfícies de ameaças se abriram para invasores, trazendo novos jogadores que são os principais alvos de maus atores. Nosso mais recente O relatório Gaming Respawned analisa por que e como a indústria de jogos se tornou um alvo mundial que atrai criminosos cibernéticos, trapaceiros e lavadores de dinheiro”, salientou.

Serviço
www.akamai.com

Akamai

credenciais

DDoS

game

Hacker

jogos

Nuvem

web

O seu endereço de e-mail não será publicado.


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.