book_icon

Vaticano digitaliza seu arquivo com scanners Fujitsu

Companhia auxiliou instituição na digitalização de documentos históricos centenários

Vaticano digitaliza seu arquivo com scanners Fujitsu

A Fujitsu, empresa japonesa que atua em tecnologia da informação e comunicação (TIC), por meio da PFU Limited, dedicada a soluções de gestão de informação, foi escolhida pelo Dicastério do Vaticano para a Comunicação para auxiliar na digitalização de seus documentos históricos, que datam de mais de 100 anos.

A digitalização de um arquivo tão imenso e historicamente significativo é uma operação delicada que requer uma preparação cuidadosa  

Fundado em 2015, o Dicastério para a Comunicação foi criado pelo Papa com o objetivo de reestruturar as comunicações para responder de forma mais eficaz à missão da Igreja Católica. Como parte desse projeto, foi criado um arquivo digital único para preservar todos os documentos desses departamentos e que pudesse ser utilizado como fonte de recursos de pesquisa. Isso incluiu uma grande variedade de tipos de documentos, desde boletins encadernados em volumes, até livros, panfletos e notícias de eventos no Vaticano de mais de 100 anos atrás.

“Por se tratar de documentos longos e detalhados, um erro na digitalização de uma das páginas tinha o potencial de prejudicar o entendimento de documentos inteiros e informações importantes. O que era necessário era uma solução capaz de digitalizar com precisão vários documentos, mas ao mesmo tempo garantir que o papel delicado fosse devidamente preservado. O Brasil, por exemplo, possui milhares de documentos ainda não digitalizados e que correm riscos de serem perdidos”, avalia Alexandre Cardoso, gerente de Desenvolvimento de Negócios/ Grupo de Produtos de Imagem da Fujitsu do Brasil.

Foi selecionado um scanner Fujitsu fi-7900, auxiliado pelo pacote de software Paperstream Capture, que automatiza a validação de informações e permite a extração de dados de uma grande variedade de documentos impressos em diferentes tipos de papel, com diferentes formatos, espessuras, materiais e tamanhos. A digitalização de um arquivo tão imenso e historicamente significativo é uma operação delicada que requer uma preparação cuidadosa.
Com curadoria de seis pessoas, o processo de aquisição de documentos começou em 2021 e deve terminar em junho de 2022, digitalizando milhões de páginas adicionais. O dispositivo da Fujitsu permitiu que a equipe minimizasse o tempo gasto em tarefas manuais, garantindo 100% de precisão, sem o risco de perda de conteúdo que comprometeria toda a iniciativa.

Serviço
www.fujitsu.com

Alexandre Cardoso

Dicastério do Vaticano

Digitalização

PFU Limited

scanner Fujitsu fi-7900

scanners Fujitsu

Vaticano

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.