book_icon

Formação Acelerada em Programação promete formar 1 mil jovens

Programa terá duração de 24 semanas, com um total de 276 horas, sendo 180 no modo EAD e 96 horas de aula presenciais

Formação Acelerada em Programação promete formar 1 mil jovens

O Centro de Excelência em Tecnologia de Software (Softex Pernambuco) lançou um programa de Formação Acelerada em Programação (FAP), que visa formar 1 mil jovens para que possam suprir as oportunidades de emprego disponíveis no mercado de tecnologia da informação.

A ação vai fornecer capacitação em Desenvolvedor Front End e Desenvolvedor Back End. No programa, será realizado um nivelamento, onde os 300 melhores alunos serão alocados nas empresas parceiras e vão receber uma bolsa de estudos de R$ 300 por mês, por um período de três meses.

O programa será desenvolvido com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, a partir do Softex Nacional, e recebeu 8.617 inscrições

A FAP terá duração de 24 semanas, com um total de 276 horas, sendo 180 no modo EAD e 96 horas de aula presenciais. Serão sete núcleos para formação, sendo eles em Recife, Jaboatão dos Guararapes, Goiana, Carpina, Caruaru, Garanhuns e Petrolina. Outros dois núcleos ainda serão implantados em Vitória de Santo Antão e Gravatá.

O programa será desenvolvido com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, a partir do Softex Nacional, e recebeu 8.617 inscrições. “Foi uma seleção de quase 10 mil pessoas. São 355 empresas no parque tecnológico do Recife. Temos convicção de que muitos serão empreendedores da área, trocando experiências”, afirmou o presidente do Softex Pernambuco, Yves Nogueira, durante a aula magna de lançamento.

A FAP entrou em prática após uma ação integrada do setor de TIC, liderada pela Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Federação Assespro). A entidade alertou sobre o risco de o setor sofrer um apagão de mão de obra e lançou um manifesto pela manutenção da competitividade tecnológica do País e a geração e preenchimento de empregos de qualidade. O documento foi lançado em Brasília na celebração dos 45 anos de atuação da Associação, com a presença de outras entidades representativas do segmento, como o próprio Softex Pernambuco.

O presidente da Federação Assespro, Italo Nogueira, considera que a oportunidade é válida para auxiliar o setor. “Buscamos participar ativamente para ajudar nossas regionais. O foco é a sociedade, os alunos. Identificamos um recurso parado no ministério e tínhamos projeto para capacitação de mão de obra, não podemos deixar de ocupar essas vagas em aberto”, disse.

O presidente do Sindicato das Empresas de Processamento de Dados do Estado de Pernambuco (Seprope), Gerino Xavier, destaca que é preciso que os empresários recebam bem os alunos. “Precisamos convencer os empresários que essa ação é importante para as empresas e para as pessoas. É uma grande oportunidade para todos, contratando gente do Recife e diminuindo a desigualdade social”, afirma.

Serviço
www.softexrecife.org.br

FAP

Formação Acelerada em programação

Ministério da Ciência

Softex Pernambuco

Tecnologia e Inovação

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.