book_icon

Lumu Technologies lança Incident View para gerenciar ciberataques

A ferramenta informa aos operadores de cibersegurança nas organizações tudo o que eles precisam saber em um só lugar para responder com rapidez e precisão

Lumu Technologies lança Incident View para gerenciar ciberataques

A Lumu Technologies, empresa de segurança tecnológica, apresentou o Incident View, novo recurso que oferece aos operadores de cibersegurança uma visão única do estado da segurança cibernética de uma empresa para analisar as ameaças a que está exposta. Criada por especialistas, está incluída nos modelos Lumu Insights e Lumu Defender, e oferece máxima eficiência nos momentos críticos entre detecção e resposta de vulnerabilidades.

Tornar os incidentes visíveis facilita a colaboração, dando a cada pessoa a capacidade de deixar comentários em sua tela e responder a outros membros da equipe, acompanhando o progresso internamente

Quando se trata de detectar e responder a incidentes antecipadamente, os operadores recebem alertas sem muito contexto, algo que a Lumu Technologies trabalhou para resolver. O Incident View informa aos operadores de cibersegurança nas organizações tudo o que eles precisam saber em um só lugar para responder com rapidez e precisão. As equipes recebem insights acionáveis ​​sobre quem foi afetado, quando o incidente ocorreu e a melhor forma de responder antes que o problema se transforme em algo maior. A função Incident View inclui detalhes sobre as ações tomadas por outros elementos do grupo de cibersegurança de uma empresa para gerenciar incidentes com mais eficiência.

“Os ataques de ransomware são uma das maiores ameaças de cibersegurança para as empresas, graças ao atual cenário geopolítico. Adicione a isso a iminente recessão global – um período em que os agentes de ameaças sabem que os orçamentos de cibersegurança foram reduzidos e estão prontos para atacar – e o resultado é uma receita para o caos”, diz Germán Patiño, vice-presidente de Vendas da Lumu Technologies para a América Latina. “A boa notícia é que, como sociedade, estamos nos tornando mais cautelosos, e é por isso que CISOs, CTOs e diretores de TI estão priorizando os gastos com soluções que ajudam a minimizar o impacto do cibercrime em suas organizações. É aí que entra o Incident View da Lumu”, observa.

“Cada incidente tem seu próprio manual para o ataque, então a Lumu fornece todo o contexto necessário para entender cada um dos incidentes e as técnicas específicas utilizadas pelos atacantes para ter um plano de resposta mais específico e ágil. Graças a esse nível de detalhamento, os operadores de cibersegurança podem tomar medidas para mitigar um incidente malicioso antes que ele se espalhe por toda a organização”, explica Patiño.

Tornar os incidentes visíveis facilita a colaboração, dando a cada pessoa a capacidade de deixar comentários em sua tela e responder a outros membros da equipe, acompanhando o progresso internamente. As equipes de segurança podem acompanhar os incidentes e o progresso interno graças à seção de comentários do incidente. Eles também podem se comunicar uns com os outros para entender se e quando uma ação é necessária, ou se a ação já foi tomada.

O Incident View foi lançado durante a RSA Conference no começo de junho, em São Francisco (EUA). Durante o evento, a Lumu Technologies também foi premiada no Global Infosec Awards, que reconhece as empresas mais inovadoras no segmento de cibersegurança.

Serviço
lumu.io/pt

Incident View

Lumu Defender

Lumu Insights

Lumu Technologies

Ransomware

segurança

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.