book_icon

Implementação do 5G: como isso pode afetar positivamente as organizações

Em novembro de 2021 o primeiro passo para a implementação do 5G no Brasil foi dado e você com certeza deve ter lido ou escutado sobre o leilão realizado pela Anatel. Em julho, devemos acompanhar a evolução pelo País desse tipo de conectividade. Entretanto, uma dúvida comum pode surgir, de forma prática, como o 5G pode otimizar as operações das empresas?

O 5G tem o potencial para a difusão e implementação do conceito de IoT (Internet of Things). Esse é um termo que se refere à interconexão digital de objetos cotidianos com a Internet. Em outras palavras, a IoT nada mais é que uma rede de objetos físicos capaz de reunir e de transmitir dados.

De forma prática, imagine uma cafeteira que além de fazer o café em um horário pré-estabelecido, consegue identificar quando o pó do café está acabando em seu reservatório, enviando um alerta para o seu celular e informando os mercados mais próximos com os melhores preços e opções. Ou então, uma geladeira capaz de fazer a leitura dos itens existentes dentro dela. Assim, pode ter a funcionalidade de enviar um alerta para o proprietário quanto à falta de algum alimento que ele precisa adquirir, apresentando os supermercados mais próximos com estoque do produto.

A Internet das Coisas impacta positivamente no cotidiano das pessoas, otimizando tarefas rotineiras e deixando-as mais práticas. Com a chegada e evolução do 5G, novos serviços passam a ser oferecidos e novas tecnologias desenvolvidas. Os benefícios do IoT podem e devem se estender para as empresas, que poderão ter seus processos minimizados e mais organizados.

O setor de logística, por exemplo, terá as suas atividades positivamente afetadas. Com o aumento na velocidade e segurança da conexão, será mais fácil acompanhar rotas e pacotes em tempo real. Sendo assim, fica mais fácil evitar que os veículos passem por congestionamentos ou estradas que reportam algum risco para o motorista e a carga.

Além do salto de desenvolvimento tecnológico que o 5G pode impulsionar, esse tipo de conexão tem gerado no meio político e empresarial uma grande disputa e interesse. Isso acontece porque ele está relacionado ao valor que o acesso à informação tem e o quanto essa conectividade passou a ser precificada e valorizada nos últimos anos.

Com a implantação efetiva da tecnologia, será possível mensurar o aumento na base de usuários da Internet, consequentemente, mais pessoas estarão conectadas e disponíveis para serem alcançadas em estratégias de marketing e publicidade das empresas. Por isso, as companhias com uma estruturação de negócio mais conversacional com a utilização do 5G poderão desfrutar de um diferencial competitivo no mercado.

Embora as vantagens da chegada do 5G para os consumidores e empresas sejam diversas, é imprescindível que a segurança dos dados capturados a partir dessa tecnologia seja uma prioridade. Por isso, é crucial investir em dispositivos que assegurem o sigilo e a proteção das informações de rede dos usuários e empresas, com base na LGPD.

Por Renan Torres, vice – presidente da Arklok.

5G

Arklok

Internet das coisas

LGPD

Logística

Renan Torres

segurança dos dados

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.