book_icon

Nova previsão da IDC aponta queda nas remessas de PCs e tablets em 2022

Segundo o relatório Worldwide Quarterly Personal Computing Device Tracker da IDC, as remessas globais de PCs tradicionais cairão 8,2% e os de tablets 6,2%

Nova previsão da IDC aponta queda nas remessas de PCs e tablets em 2022

Turbulências no mercado causados por bloqueios, guerra e inflação são os principais fatores por trás da desaceleração da demanda por PCs e tablets. De acordo com uma nova previsão do relatório Worldwide Quarterly Personal Computing Device Tracker da IDC, as remessas globais de PCs tradicionais cairão 8,2% ano a ano em 2022, para 321,2 milhões de unidades. Da mesma forma, a previsão de remessas mundiais de tablets foi reduzida para 158 milhões de unidades, uma queda de 6,2% em relação a 2021.

A escassez de suprimentos atormenta o setor há algum tempo e os recentes bloqueios em partes da China continuam a exacerbar o problema, pois as fábricas lutam para receber novos componentes

Apesar da previsão mais baixa para 2022, espera-se que as remessas de PCs permaneçam bem acima dos níveis pré-pandemia, à medida que as próximas atualizações de dispositivos, a demanda comercial robusta e a aceitação nos mercados emergentes continuam sendo os impulsionadores do setor. E a IDC espera que os embarques retornem ao crescimento anual positivo em 2023 e além, embora o declínio deste ano resulte em uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de cinco anos de -0,6%. Enquanto isso, os tablets enfrentam um declínio maior no mesmo período, pois a concorrência de PCs e smartphones continuará inibindo o crescimento, levando a um CAGR de -2,0%.

“A escassez de suprimentos atormenta o setor há algum tempo e os recentes bloqueios em partes da China continuam a exacerbar o problema, pois as fábricas lutam para receber novos componentes de fornecedores upstream, enquanto também enfrentam problemas quando se trata de enviar produtos acabados”, disse Jitesh Ubrani, gerente de Pesquisa da IDC Mobility e Consumer Device Trackers. “Embora as restrições devam diminuir em breve, o sentimento dos trabalhadores na cadeia de suprimentos permanece silenciado e os atrasos de entregas persistirão pelo restante do ano”, afirmou.

“Além dos problemas agravantes relacionados à pandemia, agora adicionamos guerra, inflação e bloqueios contínuos na China à equação”, disse Ryan Reith, vice-presidente do grupo Worldwide Mobile Device Trackers da IDC. “Nossa pesquisa continua mostrando uma forte atividade de demanda e oferta voltada para o mercado de PCs comerciais, mas os mercados de consumo e educação estão vendo preocupações crescentes e, como resultado, pedidos reduzidos. A redução na previsão mais recente foi significativa por vários motivos, e a incerteza continua alta”, finalizou.

Serviço
www.idc.com

 

China

guerra

IDC

Inflação

pc

tablet

Worldwide Quarterly Personal Computing Device Tracker

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.