book_icon

É fato ou fake? Descubra as principais curiosidades que envolvem o mundo da programação

É preciso ser gênio da matemática para mergulhar na área da programação? Ou uma pessoa extremamente nerd? Provavelmente é uma profissão muito difícil, uma área só para homens. Fato é que suposições do tipo não faltam quando o assunto adentra esse universo rodeado por códigos e softwares. Que tal desmistificar essas e outras curiosidades sobre esse mercado que tem um super potencial de atuação?

Penso em programação, logo imagino a trilogia Matrix
Um pensamento equivocado sobre a área. Muitas vezes as pessoas relacionam a programação de sistemas ao filme Matrix, e imaginam um monte de letrinhas, códigos e tudo mais. Eles existem, mas a programação não é só isso. Ela é uma forma de pensar de maneira organizada, seguindo uma sequência dos fatos. Então, primeiramente, é preciso ter “cabeça” de programador, aprender lógica de programação, ou seja, o que o computador espera que você faça. Afinal, uma máquina não é inteligente por si só, ela precisa dos programadores para se tornar genial.

Particularmente, não gosto de iniciar os ensinamentos com códigos, com linguagem de programação. Prefiro ensinar com fluxograma, porque é algo visual e faz com que se entenda e absorva o conteúdo melhor.

Saber interpretar a necessidade é o caminho
Na maior parte das vezes, os programadores exercem mais a função de “intérpretes”, de “tradutores” no dia a dia. Dentro da lógica de programação, existem vários recursos que precisam ser entendidos. Todo esse contexto é essencial para saber como uma máquina age, como ela lê informações para transformá-las na necessidade do usuário.

Não é uma profissão notável para mulheres. Será mesmo?!
Outra curiosidade, que beira o preconceito, é que não se trata de uma profissão para mulher. O cenário atual já evidencia o contrário por si só, já que o poderio feminino vem se envolvendo cada vez mais na área. Inclusive, a primeira pessoa a escrever um algoritmo foi uma mulher chamada Ada Lovelace. Isso evidencia que lá atrás eram as mulheres que se envolviam mais no ramo. Somente depois os homens foram se aperfeiçoando no mercado, fazendo da área “uma profissão para homens”, o que é totalmente equivocado!

Uma área muito difícil, voltada apenas às pessoas superinteligentes?
A maioria pensa que a profissão é muito difícil, algo muito distante para se aprender. Para se tornar fácil, basta ter foco, dedicação e prazer de estudar.

Programação pode ser interesse de qualquer pessoa. Vale ressaltar que é mais simples hoje do que era há 15 anos. Atualmente, existem tecnologias que abstraem os códigos, possibilitando escrever menos e obter resultados mais rápidos, como as plataformas low-code, que reduzem a quantidade de códigos escritos manualmente em cerca de 80%, talvez 90% dependendo dos casos.

Quero um amigo programador para consertar o meu computador! Será?
Programador não é treinado para consertar ou fazer manutenção em computadores, isto é: programador não é técnico de informática. Não é algo que se enquadra na rotina profissional da área. Programador desenvolve sistemas!

Uma dica importante é tornar a sua profissão, seja ela qual for, algo que goste de fazer. Ter prazer e empenho nas atividades envolvidas faz toda a diferença, e na área da programação não é diferente!

Por Léo Andrade, referência em low-code e no-code no Brasil.

fluxograma

Léo Andrade

low-code e no-code

mundo da programação

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.