book_icon

Em meio à possível compra da VMware, Broadcom apresenta switch Ethernet automotivo

O BCM8958X foi projetado para atender à crescente necessidade de largura de banda para aplicativos de rede em veículos e facilitar a adoção de veículos definidos por software

Em meio à possível compra da VMware, Broadcom apresenta switch Ethernet automotivo

Nesta segunda-feira (23/5), diversos veículos de comunicação estão noticiando uma possível compra da VMware pela Broadcom, provedora de softwares de infraestrutura e semicondutores, um negócio que poderia beirar os US$ 50 bilhões. No fim do ano passado, a VMware promoveu um spin-off e se separou da Dell Technologies, se tornando uma empresa independente. Segundo as notícias, as negociações estão adiantadas. Mas enquanto isso não acontece, a Broadcom anunciou hoje que entregou seu dispositivo de switch Ethernet automotivo monolítico de alta largura de banda, o BCM8958X, projetado para atender à crescente necessidade de largura de banda para aplicativos de rede em veículos e facilitar a adoção de veículos definidos por software (SDV).

A Broadcom está desempenhando um papel fundamental na habilitação de veículos definidECU,os por software, fornecendo à rede largura de banda, aceleração de rede e segurança

O BCM8958X possui 16 portas Ethernet, das quais até seis com capacidade de 10 Gbps, bem como PHYs 1000BASE-T1 e 100BASE-T1 integrados, proporcionando maior flexibilidade e capacidade de comutação necessária para suportar unidade de controle eletrônico zonal automotiva (ECU) e ECU de computação central arquiteturas. Além disso, esse switch é equipado com um mecanismo avançado de filtro de pacotes baseado em regras que pode se adaptar a diferentes modos de operação do veículo para aumentar a segurança na direção.

As redes de veículos continuam a evoluir com demandas crescentes de largura de banda e complexidade de projeto à medida que o número de sensores, câmeras de alta resolução e telas aumenta. As ECUs zonais precisam agregar os dados desses dispositivos conectados em tempo real e compartilhá-los com segurança entre as ECUs de computação central. O BCM8958X é otimizado para uso em ECUs zonais e ECUs de computação central que podem alternar e rotear grandes volumes de dados para tomada de decisões em tempo real. Juntamente com os PHYs BroadR-Reach (BCM8983X, BCM8988X e BCM8989X) e MCUs de sensores (BCM8910X), a Broadcom fornece o portfólio Ethernet automotivo mais abrangente do setor para permitir uma rede de ponta a ponta no carro.

O SDV está surgindo como a próxima onda de transformação da rede automotiva, e sua adoção está ganhando força. O SDV elimina a natureza estática das redes veiculares atuais e traz flexibilidade, programabilidade e escalabilidade para redes automotivas para permitir recursos em tempo real sem precedentes e eficiência de custos em toda a cadeia de valor automotiva. O BCM8958X fornece a escalabilidade de interface, virtualização de hardware, roteamento de Camada 3, segurança MACsec e Camada 2 necessários para suportar novos aplicativos de software e recursos para SDV.

“A Broadcom continua a liderar com uma solução Ethernet abrangente para novas arquiteturas automotivas”, disseVijay Janapaty, vice-presidente e gerente geral da Divisão de Produtos de Camada Física da Broadcom. “Nosso novo switch automotivo BCM8958X de alta largura de banda, juntamente com nossos PHYs Ethernet 2.5G/5G/10Gbps e 100M/1G comprovados em campo, permitem que nossos clientes criem ECUs de rede à prova de futuro. A Broadcom está desempenhando um papel fundamental na habilitação de veículos definidos por software, fornecendo à rede largura de banda, aceleração de rede e segurança para recursos de próxima geração.”

Serviço
www.broadcom.com

Broadcom

ECU

Ethernet

PHYs 1000BASE-T1

SDV

VMware

witch

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.