book_icon

IoT e AI favorecem a produtividade em ambientes de trabalho no pós-pandemia

Elevados níveis de CO2 no ambiente de trabalho aumentam as faltas e reduzem a produtividade; solução da Evolv monitora concentrações de CO2 e ajudam gestores a melhorar a qualidade do ar

IoT e AI favorecem a produtividade em ambientes de trabalho no pós-pandemia

A pandemia da Covid-19 mostrou ao mundo inteiro a importância de manter um ambiente de trabalho saudável, com excelente qualidade do ar dentro de prédios e escritórios, uma vez que a concentração de CO2 tem impacto relevante na produtividade dos colaboradores. Assim, é fundamental medir constantemente os níveis de CO2 dentro de prédios e escritórios, principalmente agora, com a retomada das atividades pós-pandemia.

“A Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (AI) são duas grandes aliadas de gestores que buscam melhorar a qualidade do ar em ambientes de trabalho”, afirma Leandro Simões, CEO e co-fundador da Evolv, startup de tecnologia com foco no setor de Facilities e Manutenção.

Nesta volta às atividades pós-pandemia, todos devem estar mais preocupados com a saúde ocupacional dos colaboradores, a começar pela qualidade do ar que é respirada, fator fundamental para um ambiente de trabalho saudável  
 

Com uso de sensores sem fio de última geração que medem níveis de CO2, temperatura e umidade, aliados a um software de gestão da qualidade do ar, a solução da Evolv destaca o que acontece em tempo real com o ar no interior do prédio, e ajuda gestores de facilities a tomar decisões e fazer os ajustes necessários para melhorar o ambiente para os colaboradores.

“A qualidade do ar em ambientes internos deve ser uma preocupação constante dos gestores, uma vez que já existem estudos que comprovam que elevados índices de CO2 em prédios e escritórios podem aumentar ausências ao trabalho e reduzir a produtividade, assim como a capacidade de tomada de decisões”, afirma Simões. Uma elevada concentração de CO2 pode ser indicativo que a circulação de ar está ineficiente, o que ajuda a propagar doenças respiratórias. Além disso, a elevada concentração de CO2 tende a causar mais sonolência aos ocupantes.

Além de ajudar a melhorar a produtividade, a solução de monitoramento da qualidade do ar da Evolv pode ainda ser aproveitada por executivos de sustentabilidade das empresas para reportar com maior transparência, e até mesmo CFOs podem utilizar as informações para identificar novas oportunidades de redução de custos.

“Nesta volta às atividades pós-pandemia, todos devem estar mais preocupados com a saúde ocupacional dos colaboradores, a começar pela qualidade do ar que é respirada, fator fundamental para um ambiente de trabalho saudável”, comenta Simões.

Serviço
evolvtec.com.br

IoT e AI

Leandro Simões

trabalho no pós-pandemia

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento