book_icon

Gartner orienta líderes de dados a aproveitarem as tendências do mercado

As principais tendências de D&A representam dinâmicas de negócios, mercado e tecnologia, que ajudarão as organizações a antecipar mudanças e transformar incertezas em oportunidades

Gartner orienta líderes de dados a aproveitarem as tendências do mercado

Os líderes de dados e análises (D&A) devem adotar três ações básicas para alavancar as principais tendências de D&A para 2022 em suas empresas, de acordo com o Gartner. São elas: Ativar dinamismo e Diversidade, Aumentar pessoas e Decisões e Institucionalizar a confiança. “As principais tendências de D&A deste ano representam dinâmicas de negócios, mercado e tecnologia que ajudarão as organizações a antecipar mudanças e transformar incertezas em oportunidades, ambas sob a alçada do líder de D&A”, disse Rita Sallam, vice-presidente de Pesquisas do Gartner.

Recentemente, o Gartner identificou 12 principais tendências em D&A que abrangem as três categorias principais a seguir:

A IA está se tornando mais difundida, mas a maioria das organizações não consegue interpretar ou explicar o que seus modelos estão fazendo, resultando em falta de confiança e transparência

Ative a Diversidade e o Dinamismo
A ascensão de sistemas adaptativos de Inteligência Artificial (IA), como engenharia de IA, impulsiona o crescimento e a inovação enquanto lida com as flutuações nos mercados globais. Inovações em gerenciamento de dados para IA, abordagens automatizadas e orientadas por metadados ativos e competências de compartilhamento de dados, todas baseadas em malhas de dados, liberam todo o valor dos dados e análises.

Como exemplo, a tendência “sempre compartilhar dados” reforça o compartilhamento de dados como um indicador-chave de desempenho voltado para os negócios de que uma organização está alcançando o envolvimento efetivo das partes interessadas e aumentando o acesso aos dados certos para gerar valor público. A pandemia de Covid-19 e outros eventos globais recentes de grande escala criaram urgência no compartilhamento de dados para acelerar o valor dos negócios digitais públicos e comerciais independentes e inter-relacionados.

O Gartner espera que, até 2026, a aplicação de métricas de confiança automatizadas em ecossistemas de dados internos e externos substitua a maioria dos intermediários externos, reduzindo o risco de compartilhamento de dados pela metade.

As tendências de 2022 nesta categoria incluem: sistemas de IA adaptáveis, IA centrada em dados, malha de dados orientada por metadados e sempre compartilhar dados.

Aumente as pessoas e as decisões
Para tornar os insights relevantes para os tomadores de decisão, os líderes de D&A devem fornecer análises enriquecidas e orientadas ao contexto criadas a partir de componentes modulares pela empresa. Isso inclui priorizar a alfabetização de dados e implementar estratégias para lidar com a escassez de dados e talentos analíticos.

Até 2025, a maioria dos CDOs não terá conseguido promover a alfabetização de dados necessária na força de trabalho para atingir suas metas estratégicas de negócios orientadas por dados. A pesquisa do Gartner mostra que as organizações que lidam com os elementos humanos de D&A são mais bem-sucedidas do que as organizações que consideram apenas a tecnologia. Um foco humano promove um aprendizado digital mais amplo, em vez de simplesmente fornecer plataformas, conjuntos de dados e ferramentas essenciais.

As tendências de 2022 nesta categoria incluem: análise enriquecida pelo contexto, D&A composta por negócios, D&A centrada em decisões e déficit de habilidades e alfabetização.

Institucionalizar a confiança
Alcançar valor de D&A em escala só é possível gerenciando os riscos de IA e adotando a governança conectada em sistemas distribuídos, ambientes de borda e ecossistemas emergentes.

A IA está se tornando mais difundida, mas a maioria das organizações não consegue interpretar ou explicar o que seus modelos estão fazendo, resultando em falta de confiança e transparência. As organizações não estão preparadas para gerenciar os riscos da inovação de IA em rápida evolução e estão inclinadas a cortar custos em torno da governança de modelos, incluindo segurança, aumentando as consequências negativas de modelos de IA mal executados, como decisões de negócios incorretas ou pior, aquelas que afetam a vida ou a morte.

À medida que as regulamentações de IA proliferam globalmente, elas exigem certas práticas auditáveis ​​que garantem confiança, transparência e proteção ao consumidor. Até 2026, o Gartner prevê que as organizações que desenvolvem IA confiável orientada a propósitos terão mais de 75% das inovações de IA bem-sucedidas, em comparação com 40% entre aquelas que não o fizerem.

As tendências de 2022 nesta categoria incluem: governança conectada, gerenciamento de risco de IA, ecossistemas de fornecedores e regiões e expansão para a Borda.

Serviço
www.gartner.com

análise

D&A

dados

Gartner

IA

Insight

pesquisa

tendências

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento