book_icon

Brasil caminha para a fase três de teste no projeto de evolução da TV digital

Após cinco meses de testes da fase 2, Ministério das Comunicações recebe recomendações técnicas para adoção de tecnologias a serem incorporadas à TV do futuro

Brasil caminha para a fase três de teste no projeto de evolução da TV digital

O Ministério das Comunicações (MCom) recebeu do Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD) as recomendações para adoção de tecnologias candidatas à próxima geração de televisão digital brasileira — também conhecida como TV 3.0. As recomendações não são vinculantes, e é importante destacar que o País ainda não selecionou formalmente nenhuma tecnologia para o futuro padrão. Agora, após cinco meses de avaliação, os resultados abrem o ciclo de testes mais avançados da fase 3, no projeto de evolução da TV.

A nova geração da TV Digital trará o aprofundamento da qualidade de som e imagem, e conteúdo segmentado geograficamente. A integração entre TV aberta e internet também deve ser ampliada, em particular com conteúdos de streaming.

O estudo das tecnologias da TV 3.0 teve início em 2021, com uma chamada internacional para que empresas desenvolvedoras de tecnologias enviassem propostas para compor o novo padrão. Após a avaliação, que contou com financiamento do MCom e colaboração de diversas universidades brasileiras, o Fórum do SBTVD consolidou as recomendações que servirão de insumo para futura decisão do Governo Federal — será possível adotar ou não, entre as propostas técnicas, as mais adequadas ao novo padrão de televisão digital.

A integração entre TV aberta e internet também deve ser ampliada, em particular com conteúdos de streaming 

Outras tecnologias propostas permanecerão em avaliação, de forma que os trabalhos para TV 3.0 deverão seguir adiante durante o ano de 2022. O ministro das Comunicações, Fabio Faria, ressaltou que o governo permanece comprometido com o desenvolvimento tecnológico da televisão livre, aberta e gratuita, para permitir um serviço cada vez melhor.

“A qualidade de som e imagem me impressionou bastante! Outro destaque é a integração com conteúdo via internet e com smartphones, além dos recursos de interatividade. O Ministério das Comunicações vai seguir apoiando a inovação na TV Digital para trazer sempre a tecnologia mais avançada para a população”, assegurou.

PADRÕES DIFERENTES
O primeiro padrão de televisão, ainda analógico, foi adotado na década de 1950 e era conhecido por introduzir chiados no som e chuviscos na imagem, além de ter uma qualidade não tão satisfatória. A televisão digital (ou TV 2.0) foi adotada no Brasil a partir de 2006, trazendo melhor qualidade de som e imagem e eliminando problemas causados por má recepção.

Atualmente, o Governo Federal faz um esforço extra para concluir a transição para a TV Digital. Em maio de 2021 lançou o programa Digitaliza Brasil dedicado a levar o sinal digital a 1.638 municípios de todo o país onde a TV ainda é analógica. Até o momento, foram publicados editais que contemplam 1.394 municípios de 15 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

Enquanto os dois primeiros padrões convivem em uma mesma época, o MCom já trabalha na definição do próximo padrão, aumentando a capacidade do sinal para chegar em regiões mais remotas e entregando experiências de áudio imersivo e de imagem em ultra alta definição (4K), bem como integração entre conteúdo da radiodifusão e de Internet (streaming).

DIGITALIZA NA ESTRADA
Menos de um ano após a criação do programa Digitaliza Brasil, o MCom começou a percorrer o Nordeste para concluir a instalação de antenas e marcar a chegada do sinal da TV Digital. Nesta semana, a pasta iniciou o Digitaliza na Estrada, projeto itinerante que vai passar por municípios que aderiram ao programa e que já contam com a antena de sinal digital instalada. Ao todo, serão percorridos cerca de 7 mil quilômetros em seis estados (RN, CE, PB, PI, MA e AL). Todos os passos do Digitaliza na Estrada estarão registrados na página especial dedicada à ação.

 

Digitaliza na Estrada

evolução da TV digital

Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD)

MCom

TV 3.0.

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento