book_icon

Microsoft compra gigante dos games por US$ 69 bilhões

A aquisição da Activision Blizzard vai acelerar o crescimento do negócio de jogos da Microsoft em dispositivos móveis, PC, console e Nuvem, e fornecerá blocos de construção para o Metaverso

Microsoft compra gigante dos games por US$ 69 bilhões

A Microsoft anunciou planos para adquirir a Activision Blizzard, uma gigante em games e editora de conteúdo de entretenimento interativo, em um negócio avaliado em quase US$ 69 bilhões. Esta aquisição acelerará o crescimento do negócio de jogos da Microsoft em dispositivos móveis, PC, console e Nuvem e fornecerá blocos de construção para o Metaverso. Quando a transação for concluída, a Microsoft se tornará a terceira maior empresa de jogos do mundo em receita, atrás da Tencent e da Sony. A aquisição planejada inclui franquias icônicas dos estúdios Activision, Blizzard e King, como “Warcraft”, “Diablo”, “Overwatch”, “Call of Duty” e “Candy Crush”, além de atividades globais de eSports através da Major League Gaming. A empresa tem estúdios em todo o mundo com cerca de 10 mil funcionários.

A aquisição também reforça o portfólio de Game Pass da Microsoft com planos de lançar jogos da Activision Blizzard no Game Pass, que atingiu um novo marco de mais de 25 milhões de assinantes

Bobby Kotick continuará atuando como CEO da Activision Blizzard, e ele e sua equipe manterão o foco em impulsionar os esforços para fortalecer ainda mais a cultura da empresa e acelerar o crescimento dos negócios. Assim que o acordo for fechado, o negócio da Activision Blizzard se reportará a Phil Spencer, CEO da Microsoft Gaming.

“Os jogos são a categoria mais dinâmica e empolgante de entretenimento em todas as plataformas hoje e desempenharão um papel fundamental no desenvolvimento de plataformas metaverso”, disse Satya Nadella, presidente e CEO da Microsoft. “Estamos investindo profundamente em conteúdo de classe mundial, comunidade e nuvem para inaugurar uma nova era de jogos que coloca jogadores e criadores em primeiro lugar e torna os jogos seguros, inclusivos e acessíveis a todos”, comentou.

“Os jogadores de todos os lugares adoram os jogos da Activision Blizzard, e acreditamos que as equipes criativas têm seu melhor trabalho pela frente”, disse Phil Spencer, CEO da Microsoft Gaming. “Juntos, construiremos um futuro onde as pessoas podem jogar os jogos que quiserem, praticamente em qualquer lugar que quiserem”, afirmou.

“Por mais de 30 anos, nossas equipes incrivelmente talentosas criaram alguns dos jogos de maior sucesso”, disse Bobby Kotick, CEO da Activision Blizzard. “A combinação do talento de classe mundial da Activision Blizzard e franquias extraordinárias com a tecnologia, distribuição, acesso a talentos, visão ambiciosa e compromisso compartilhado da Microsoft com jogos e inclusão ajudará a garantir nosso sucesso contínuo em um setor cada vez mais competitivo”, completou.

O celular é o maior segmento de jogos, com quase 95% de todos os jogadores em todo o mundo desfrutando de jogos no celular. Por meio de ótimas equipes e ótima tecnologia, a Microsoft e a Activision Blizzard capacitarão os jogadores a aproveitar as franquias mais imersivas, como “Halo” e “Warcraft”, praticamente em qualquer lugar que desejarem. E com jogos como “Candy Crush”, o negócio móvel da Activision Blizzard representa uma presença e uma oportunidade significativas para a Microsoft neste segmento de rápido crescimento.

A aquisição também reforça o portfólio de Game Pass da Microsoft com planos de lançar jogos da Activision Blizzard no Game Pass, que atingiu um novo marco de mais de 25 milhões de assinantes. Com quase 400 milhões de jogadores ativos mensais da Activision Blizzard em 190 países e três franquias de bilhões de dólares, esta aquisição fará do Game Pass uma das linhas de conteúdo de jogos mais atraentes e diversificadas do setor. Ao fechar, a Microsoft terá 30 estúdios internos de desenvolvimento de jogos, além de recursos adicionais de publicação e produção de e-sports.

A transação está sujeita às condições habituais de fechamento e conclusão da revisão regulatória e aprovação dos acionistas da Activision Blizzard. Espera-se que o acordo seja concluído no ano fiscal de 2023 e será um acréscimo aos ganhos não GAAP por ação no fechamento. A transação foi aprovada pelos conselhos de administração da Microsoft e da Activision Blizzard.

Serviço
www.microsoft.com

Activision Blizzard

celular

Console

game

Metaverso

Microsoft

Nuvem

pc

Comentários

  1. Carlos

    Eita Brasil, espero que essa fusão seja boa

Os comentários estão fechados nesse post.
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento