book_icon

Tivit investirá R$ 50 milhões em negócios de cibersegurança

Diante da crescente demanda por soluções de segurança digital, a Tivit, multinacional brasileira e one-stop-shop de tecnologia, anuncia o investimento de R$ 50 milhões até 2025 na CyberSec, unidade de negócios voltada a cibersegurança lançada no segundo semestre de 2020

 

Tivit investirá R$ 50 milhões em negócios de cibersegurança

Diante da crescente demanda por soluções de segurança digital, a Tivit, multinacional brasileira e one-stop-shop de tecnologia, anuncia o investimento de R$ 50 milhões até 2025 na CyberSec, unidade de negócios voltada a cibersegurança lançada no segundo semestre de 2020.

Este aporte contempla a engenharia de unidade, com aquisição de laboratório forense para análises tecnológicas, contratações, pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços, parcerias com outros fabricantes, além de investimentos na área comercial e de marketing. O investimento não considera possíveis aquisições, que podem surgir com o apoio da Tivit Ventures.

Nenhuma empresa está realmente segura sem que se invista em soluções tecnológicas, reveja seus processos e, sobretudo, eduque seus colaboradores  

A unidade, que começou com uma reorganização da estrutura de cibersegurança que já existia na Tivit e possuía um time de cerca de 80 profissionais dedicados a garantir a segurança dos clientes, se transformou em uma unidade de negócios com expertise e soluções capazes de atender a todo o mercado.

Completo o seu primeiro ano, e com cerca de 100 profissionais na área, a unidade já atua em mais de 30 clientes exclusivos, além das empresas com serviços de outras unidades de negócios da TIVIT, como Cloud Solutions e Tech Platforms, o que reforça o papel de CyberSec tanto para as empresas que já estão na nuvem, seja ela privada, pública ou híbrida, quanto para as organizações que estão hospedadas nos Data Centers da multinacional. Para o próximo ano, a área tem como meta triplicar o faturamento e ampliar seu portfólio para, pelo menos, 100 clientes próprios, nos setores de Indústria, Varejo, Utilities, Saúde e Serviços.

Segundo pesquisa encomendada pela CyberSec à consultoria IDC, 59,7% das empresas da América Latina consideram a cibersegurança uma prioridade estratégica para a área de tecnologia da informação. O mesmo estudo aponta que essas empresas devem investir US$ 1,33 bilhão em serviços para detecção e combate às ameaças digitais até 2024.

É neste cenário que a divisão pretende alcançar os resultados mencionados. Para isso, investe na conscientização dos clientes e prospecções em torno da cibersegurança baseada em três pilares: tecnologia, processos e pessoas, conta André Futuro, head da área.

“Nenhuma empresa está realmente segura sem que se invista em soluções tecnológicas, reveja seus processos e, sobretudo, eduque seus colaboradores. Está comprovado que esta é a principal porta de entrada de malwares nos sistemas das empresas, ao conectar dispositivos infectados ou clicar em links suspeitos”, explica.

Lançamento é “coração” dos serviços de segurança do cliente
Para traduzir essa proposta, a Tivit conclui, ainda em 2021, o lançamento do Security Center, desenvolvido dentro de casa e novo carro-chefe do portfólio, que oferece um conjunto de soluções considerado o “coração” dos serviços de segurança para o cliente. Baseia-se neste tripé ao possibilitar e centralizar a busca por informações de vulnerabilidades e incidentes em diferentes ferramentas, estabelece um controle maior das atividades, processos e credenciais de segurança; além de aplicar conhecimentos de cibersegurança e aprimorar a inteligência na tomada de decisão para os CISOs, executivos responsáveis pela área.

Além do Security Center, a CyberSec aposta na consultoria para o desenvolvimento e implementação dos projetos de ponta a ponta, por meio de assessments de segurança de acordo com a necessidade dos clientes. “A prevenção é, sem dúvida, a melhor alternativa para combater os criminosos virtuais, mas, para isso, é preciso entender de fato quais são as vulnerabilidades do sistema e suas necessidades. As empresas estão investindo pesado para adequar sua infraestrutura de segurança para proteger o máximo possível seus ambientes digitais”, conclui Futuro.

Na estrutura organizacional da Tivit, a CyberSec faz parte, juntamente com outras seis startups, da Tivit Ventures, braço de investimentos da multinacional que dispõe de fundo com investimento de R$ 400 milhões para aquisições até 2025.

André Futuro

cibersegurança

CyberSec

Tivit

TIVIT Ventures

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento