book_icon

Estudo da IDC mostra o Edge Computing criando novas demandas

Relatório examina as necessidades de infraestrutura de vários casos de uso de Borda e como o crescimento criará novas demandas para cargas de trabalho corporativas

Estudo da IDC mostra o Edge Computing criando novas demandas

Para competir em um mundo que prioriza o digital, as organizações estão priorizando investimentos em ferramentas digitais para aumentar os espaços físicos e ativos e permitir a coleta e análise de dados segura e contínua. Esses investimentos capacitam as organizações a provisionar cargas de trabalho corporativas em pontos de presença de Borda para dar suporte a casos de uso inovadores. Uma nova pesquisa da International Data Corporation ( IDC ) examina as necessidades de infraestrutura de vários casos de uso de Borda e como o crescimento nesses casos de uso criará novas demandas para cargas de trabalho corporativas.

Conforme a tecnologia de Borda continua a se expandir em uso em uma variedade de ambientes de trabalho, vemos um maior interesse no crescimento esperado da carga de trabalho simultânea em áreas como inteligência de negócios e análise, cargas de trabalho relacionadas a IA/ML e cargas de trabalho de conteúdo

A computação de Borda (Edge Computing) é composta de infraestrutura de TI e aplicativos implementados fora dos Data Centers centrais para dar suporte à coleta e análise de dados mais perto da origem. A IDC identificou quatro cargas de trabalho de sua taxonomia de cargas de trabalho de infraestrutura corporativa mundial que têm uma influência significativa entre os casos de uso de Borda: Business Intelligence/Análise de Dados; entrega de conteúdo; análise de texto e imagem; e rede e segurança. Várias cargas de trabalho são combinadas para oferecer suporte a casos de uso de Borda específicos. Para cada categoria de carga de trabalho, a IDC classifica as cargas de trabalho contidas por impacto primário, secundário e terciário em casos de uso de borda selecionados.

Como as cargas de trabalho podem residir em um continuum de locais de núcleo, borda e terminal, o Edge Computing requer uma quantidade significativa de coordenação entre fornecedores de tecnologia e serviços. Da mesma forma, as cargas de trabalho são executadas em uma variedade de arquiteturas de computação, exigindo um alto grau de interoperabilidade e escalabilidade. Consequentemente, uma relação simbiótica de Borda e núcleo para carga de trabalho é necessária para permitir cargas de trabalho baseadas no núcleo que suportam a Borda, cargas de trabalho baseadas na Borda que suportam a Borda e cargas de trabalho na Borda que suportam o núcleo. Embora todos os três cenários sejam importantes, o relatório se concentra nas cargas de trabalho corporativas que estão principalmente localizadas e gerenciadas a partir da Borda.

Aplicações

A oportunidade de carga de trabalho de Borda mais significativa é simplificar a inteligência de negócios e a análise. Como o gerenciamento de dados e as cargas de trabalho relacionadas à análise têm e devem ter um papel principal ou secundário em quase todos os desenvolvimentos de casos de uso de Bonta, a IDC espera que seja uma das principais áreas de investimento. Da mesma forma, as ferramentas de desenvolvimento e as cargas de trabalho de aplicativos terão um investimento crescente devido à sua influência em casos de uso mais avançados, especialmente em sistemas relacionados a IA avançada e robótica. Em contraste, a IDC não vê as cargas de trabalho de aplicativos de negócios como críticas para o desenvolvimento de nenhum dos principais casos de uso de Borda da empresa, especialmente para áreas de desenvolvimento mais recentes de redes de borda.

“O uso de tecnologias digitais para melhorar a segurança de pessoas e comunidades e aumentar a resiliência das operações está sendo adotado mais rapidamente. Indústrias como a manufatura já estão reconhecendo o impacto que os recursos de Borda estão tendo na eficiência operacional e na melhoria da qualidade do produto”, disse Jennifer Cooke, diretora de Pesquisa e Estratégia de Edge na IDC. “À medida que essas plataformas se tornam mais prontamente personalizadas e adaptadas para uso mais amplo, a necessidade de mais infraestrutura de TI aumentará”, afirmou.

“A rápida implementação da Computação de Borda está moldando significativamente a evolução da carga de trabalho”, disse Max Pepper, analista sênior de Pesquisa, Sistemas de Infraestrutura, Plataformas e Tecnologias na IDC. “Conforme a tecnologia de Borda continua a se expandir em uso em uma variedade de ambientes de trabalho, vemos um maior interesse no crescimento esperado da carga de trabalho simultânea em áreas como inteligência de negócios e análise, cargas de trabalho relacionadas a IA/ML e cargas de trabalho de conteúdo. Embora as organizações devam esperar sendo essas cargas de trabalho as principais áreas de crescimento relacionado à Borda, as cargas de trabalho em todo o espectro terão uma influência crítica, mesmo em funções secundárias em casos de uso de Borda”, observou.

Serviço
www.idc.com

 

computação de borda

Data Center

Edge Computing

IA

IDC

infraestrutura

ML

Nuvem

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento