book_icon

RPA: 10 formas de aplicar automação de processos robóticos no varejo

A Capgemini estima que o setor de varejo poderia economizar até US$ 340 milhões por ano, automatizando alguns processos-chave

RPA: 10 formas de aplicar automação de processos robóticos no varejo

À medida que as expectativas do cliente evoluem, as cadeias de suprimentos se tornam mais ágeis e as experiências omnicanal se tornam a norma, as organizações de varejo se veem num cenário de negócios cada vez mais complicado. Elas devem realizar um conjunto de processos para se sustentar e concretizar vendas de forma otimizada. A Capgemini estima que o setor de varejo poderia economizar até US$ 340 milhões por ano, automatizando alguns processos-chave, como devoluções de clientes, gerenciamento da cadeia de suprimentos, atualização de bancos de dados de clientes, manutenção de registros de estoque, entre outros. Uma das maneiras mais fáceis de implementar essa automação é feita por meio de Automação de Processos Robóticos – RPA, por sua sigla em inglês.

Em um ecossistema altamente complexo, com mercado de clientes mais exigentes, as organizações devem otimizar seus custos, ter sistemas operacionais competitivos e superar as expectativas dos clientes

RPA ajuda o setor de varejo a se adaptar a um mundo cada vez mais digital. Seu valor principal é a delegação de tarefas repetitivas e operacionais para robôs ou bots, como o envio de mensagens automatizadas para clientes e fornecedores ou processamento de faturas padrão para agilizar o fluxo de trabalho, permitindo que os funcionários humanos se concentrem em tarefas estratégicas que requerem criatividade e engenhosidade.

A IBM compartilha 10 maneiras pelas quais as empresas do setor de varejo podem aplicar RPA:

• Gerenciamento automatizado da cadeia de suprimentos. Os bots são criados para copiar dados de sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimentos em formulários padronizados e simplificar o ciclo procure-to-pay.

• Gerenciamento de inventário automatizado. Os robôs RPA podem garantir que os bancos de dados de inventário sejam continuamente atualizados e, com IA, podem eliminar erros de transcrição.

• Planejamento de oferta e demanda. Os bots podem preparar os relatórios necessários para níveis mais estratégicos de planejamento de oferta e demanda, compilando dados de vários documentos.

• Gerenciamento automatizado de pedidos. O RPA pode otimizar os principais componentes do processo order-to-cash, configurando bots RPA para capturar os detalhes do sistema de gerenciamento de pedido.

• Análise de vendas ágil. O RPA pode ajudar os varejistas a obter informações mais precisas, além de relatar sobre o comportamento do consumidor e o desempenho da loja.

• Processamento de devoluções. Os chatbots inteligentes podem orientar o cliente durante o processo de devolução, enquanto os bots RPA podem atualizar os sistemas de estoque.

• Agentes virtuais automatizados. Os chatbots podem estar disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, para consultas dos clientes, e podem usar os bots RPA para realizar tarefas básicas a eles.

• Detecção de fraude. Os bots RPA podem investigar suspeitas de fraude verificando pedidos e bancos de dados, aproveitando o processamento de IA para identificar quaisquer discrepâncias.

• Ofertas personalizadas. Um bot RPA pode transferir dados sobre compras anteriores de clientes de um CRM a um sistema de marketing a fim de segmentar ofertas e anúncios personalizados.

• Agendamento de funcionários. Um bot RPA pode transferir dados de disponibilidade de funcionários para um software de planejamento da jornada de trabalho.

O RPA é o ponto de partida para uma automação de longo alcance porque tem baixo custo, é fácil de configurar e pode integrar vários sistemas distintos. Com base nessa premissa, os varejistas podem aumentar os recursos de RPA com IA e Aprendizado de Máquina, como faz a solução IBM Robotic Process Automation. Ela tem recursos de RPA de baixo código, com recursos que permitem que processos de TI e automação de negócios ganhem escala, deixando os varejistas otimizarem fluxos de trabalho críticos proporcionando experiências envolventes ao cliente e adaptados a um mundo cada vez mais digital.

Em um ecossistema altamente complexo, com mercado de clientes mais exigentes, as organizações devem otimizar seus custos, ter sistemas operacionais competitivos e superar as expectativas dos clientes, e que melhor maneira de fazer isso do que automatizando processos para promover a eficiência, capacitando os trabalhadores a se concentrarem em tarefas que requerem a grandeza da mente humana.

Serviço
www.ibm.com

bot

IA

IBM

ML

Omnicanal

robô

RPA

Varejo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento