book_icon

Estudo da Accenture Interactive mostra necessidade de repensar estratégias

O relatório Fjord Trends 2022 analisa os comportamentos e tecnologias que irão afetar a cultura, sociedade e os negócios ao longo do próximo ano

Estudo da Accenture Interactive mostra necessidade de repensar estratégias

Quase dois anos de profundas disrupções na sociedade resultaram em uma mudança coletiva significativa na forma como nos relacionamos com o trabalho, consumo, tecnologia e o planeta, forçando as empresas a buscarem novas formas de fazer negócios. É o que mostra o relatório anual Fjord Trends da Accenture. Em sua 15ª edição, o estudo divulgado pela Accenture Interactive traz dicas práticas para empresas que buscam entregar valor e relevância aos seus clientes, colaboradores e à sociedade.

De acordo com o relatório, comportamentos recém-identificados decorrentes das mudanças nas expectativas e mentalidade de colaboradores, da escassez causada pelas interrupções nas cadeias de suprimentos e dos novos ambientes virtuais, como o Metaverso, farão com que as empresas repensem suas posturas em relação a design, inovação e crescimento.

A chave está em compreender profundamente os impactos dessas relações e aspirações e convertê-los em estratégias de negócios potentes capazes de impulsionar a relevância e o crescimento

“Não se deve subestimar a mudança nas relações e tampouco o papel dos negócios em resposta a essa situação”, explica Mark Curtis, chefe de Global Innovation e Thought Leadership na Accenture Interactive. “As escolhas que as empresas fizerem daqui para a frente podem afetar nosso mundo e sua estrutura de maneira que nem imaginamos. Tudo aponta para mudanças nos relacionamentos das pessoas – com colegas, marcas, sociedade, lugares e com aqueles com quem se preocupam. O futuro ainda guarda diversos desafios, bem como oportunidades para empresas interessadas em construir relacionamentos positivos e duradouros que beneficiem as pessoas, a sociedade e o planeta”, observa.

Tendências

O Fjord Trends 2022 analisa cinco comportamentos e tendências que devem afetar a sociedade, a cultura e os negócios:

Seja você mesmo: depois de dois anos de pandemia, as pessoas vêm sentindo uma vontade cada vez maior de agir, o que acaba afetando a forma como trabalham, se relacionam e consomem. Em outras palavras, as pessoas estão questionando quem são e o que é importante para elas. O crescente individualismo reforçado por uma mentalidade “eu acima de nós” tem profundas implicações na forma como as organizações lideram seus funcionários e moldam novas propostas de valor para esse público, além do relacionamento com clientes.

O fim da mentalidade da abundância?: ao longo do ano, muitos tiveram de lidar com as dificuldades impostas por uma despensa vazia, contas de energia cada vez mais caras e a escassez de serviços do dia a dia. Ainda que a escassez nas cadeias de suprimentos possa ser um desafio temporário, o impacto deve persistir e levar a uma mudança na ‘mentalidade da abundância’ – baseada na disponibilidade, conveniência e velocidade – e despertar uma maior consciência ambiental. As empresas precisam lidar com a ansiedade que pessoas do mundo todo sentem em relação à disponibilidade de produtos.

A próxima fronteira: explosão cultural prestes a acontecer, o Metaverso será a nova fronteira da Internet, combinando todas as camadas existentes de informação, interfaces e espaços com os quais as pessoas interagem e oferecendo uma nova camada para quem deseja ganhar dinheiro, além de criar novos tipos de empregos e infinitas possibilidades. E as pessoas esperam que as empresas as ajudem a entender melhor e transitar por esse universo. O Metaverso não deve ficar restrito às telas e fones de ouvido – será parte das experiências e lugares no mundo real que interagem com o mundo digital.

Isso é verdade: agora, as pessoas querem fazer perguntas e receber respostas por meio de um simples toque ou de uma breve troca com um assistente de voz. A verdade é que isso se tornou tão rápido e imediato que as pessoas estão fazendo cada vez mais perguntas. Para as marcas, a quantidade de perguntas de clientes e o número de canais de comunicação estão em constante crescimento. Como respondê-las é um grande desafio de design, um motivador crítico para a confiança e uma fonte futura de vantagem competitiva.

Cuidado, frágil: o cuidado ganhou ainda mais importância no ano que passou – e em todas as suas formas: autocuidado, cuidado com o outro, serviços de cuidado e os canais de cuidado, tanto digitais quanto físicos. O cenário trouxe oportunidades e desafios para empregadores e marcas, independentemente de suas credenciais relacionadas a saúde ou cuidados médicos. As responsabilidades envolvidas no autocuidado e no cuidado com o outro seguirão como prioridade nas nossas vidas. Designers de produtos e empresas precisam abrir espaço para praticar o cuidado.

“À medida que os consumidores repensam seus relacionamentos, as marcas terão que lidar com duas grandes responsabilidades: cuidar do mundo hoje e ao mesmo tempo construir um futuro que seja bom para o planeta, para os negócios e para a sociedade”, explica David Droga, CEO e creative chairman da Accenture Interactive. “A chave está em compreender profundamente os impactos dessas relações e aspirações e convertê-los em estratégias de negócios potentes capazes de impulsionar a relevância e o crescimento”, conclui o executivo.

A cada ano, a Accenture publica uma trilogia de estudos sobre tendências, oferecendo uma visão abrangente acerca do futuro das pessoas, tecnologias e dos negócios. O Fjord Trends, focado em comportamento do consumidor e seus impactos na sociedade, cultura e negócios ao longo do próximo ano, é o resultado de dados coletados junto à rede global da Accenture Interactive, formada por mais de 2 mil designers e inovadores espalhados pelo mundo.

Serviço
www.accentureinteractive.com.

Accenture Interactive

comportamento

Fjord Trends

Metaverso

Trabalho

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.