book_icon

Edge Computing: Construindo redes mais rápidas e inteligentes

É fundamental para as empresas de qualquer indústria que a computação seja o mais distribuída possível; isto é, que os dados possam ser processados mais perto dos pontos onde são adquiridos para que se possa tomar decisões mais rápidas e inteligentes em relação a eles.

Uma análise realizada pela consultoria Grand View Research estima que o mercado global de Edge Computing atingirá US$ 43,4 bilhões até 2027[1]. Ao mesmo tempo, as projeções da Gartner indicam que até 2025, 75% dos dados corporativos serão processados fora dos data centers convencionais ou da Nuvem[2].

Ambos números reafirmam uma tendência clara: a consolidação das soluções e plataformas baseadas em Edge
Há anos estamos observando um investimento maior em conectividade na América Latina, mas o importante não é apenas alcançar os principais centros e sim fazer com que toda essa infraestrutura sendo desenvolvida seja o mais ubíqua possível, para que esta conectividade possa chegar até os cantos mais distantes, onde é necessária para as empresas e pessoas.

Portanto, além de melhorar a conectividade, é fundamental que a computação seja o mais distribuída possível, ou seja, que as empresas possam acessar os dados mais perto dos pontos onde são capturados para que possam atuar rapidamente sobre eles. Isto implica a construção de redes mais inteligentes, com capacidade de processamento e, na perspectiva dos clientes, na possibilidade de que possam não apenas conectar-se de formas diferentes a estes centros, mas também ter a capacidade de executar as aplicações na plataforma mais adequada (servidores físicos, máquinas virtuais, contêineres).

Desta forma, para qualquer aplicação, seja de negócios, entretenimento ou pessoal, a latência passa a ser um elemento crítico na definição do tempo de resposta já que, quanto menor for, maior a capacidade de oferecer serviços melhores e uma experiência de usuário melhor.

Entretanto, o projeto destas aplicações que serão implantadas nas soluções de borda é fundamental, pois deve considerar desde o início o ponto onde vamos procurar os dados, até onde eles são processados. Isto vai além da tecnologia básica de hardware, já que envolve uma integração sinergica das arquiteturas envolvidas. Ao mesmo tempo, não podemos esquecer que estes conjuntos de sistemas exigem recursos humanos extremamente capacitados, de forma que é crítico contar com um capital humano preparado e que possua as habilidades necessárias para este tipo de indústria.

Por último, é fundamental ter todos os processos internos necessários para garantir a maior disponibilidade possível. A alta disponibilidade é um elemento crítico quando pensamos neste tipo de experiência de usuário. É preciso contar com os sistemas necessários para que nada afete o serviço para o cliente final.

Ao considerarmos o mencionado antes, uma solução baseada em Edge deve garantir que qualquer aplicação e transação sejam desenvolvidas em condições ideais, principalmente porque contêm os dados críticos de nossos clientes e das pessoas, de forma que do ponto de vista do operador, a implementação desta tecnologia deve ser realizada sob a premissa de “cada vez mais próxima, cada vez mais rápida e também, cada vez mais segura”.

Como atores desta indústria, observamos uma forte e rápida adoção de soluções baseadas em Edge, tanto porque a oferta é cada vez maior quanto porque os provedores estão impulsionando fortemente o desenvolvimento, enquanto a demanda dos clientes também está aumentando.

Desta forma, compõe-se uma combinação perfeita, onde observamos cada vez mais a adoção e casos concretos que ajudarão a transformar em realidade soluções que hoje nem sequer imaginamos e que, definitivamente, mudarão a forma na qual viveremos e trabalharemos no futuro.

[1] https://www.grandviewresearch.com/industry-analysis/edge-computing-market
[2] https://www.gartner.com/en/research/methodologies/magic-quadrants-research

Por Gabriel del Campo, vice-presidente Regional de Serviços de Data Center, Cloud & Segurança Lumen, América Latina.

Edge Computing

Gabriel del Campo

Lumen

Nuvem

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.