book_icon

Vendas de monitores têm a primeira queda desde a pandemia, diz IDC

No terceiro trimestre as remessas globais foram de pouco mais de 34,8 milhões de unidades, retração de 7,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior

Vendas de monitores têm a primeira queda desde a pandemia, diz IDC

Após cinco trimestres consecutivos de crescimento nas vendas ano a ano, o mercado global de monitores de PC atingiu um ponto de inflexão no terceiro trimestre de 2021 (3T21), registrando a primeira queda nas remessas desde que os bloqueios globais começaram no primeiro trimestre de 2020 (1T20), de acordo com o relatório da IDC Worldwide Quarterly PC Monitor Tracker.

Enquanto muitos países, especialmente nas economias emergentes da Ásia/Pacífico, continuaram a mostrar uma demanda sólida e pedidos em atraso atendidos, os principais mercados da América do Norte e da Europa Ocidental registraram retrações consideráveis, ​​principalmente devido a um certo grau de desaceleração na demanda do consumidor. Como resultado, as vendas no terceiro trimestre foram de pouco mais de 34,8 milhões de unidades, queda de 7,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (3T20). Além disso, embora tenham melhorado em alguns aspectos, os desafios de abastecimento e logística persistiram desde os trimestres anteriores, o que restringiu ainda mais um mercado que já enfrentava aumentos de preços devido a pressões de custos.

A IDC prevê que 2022 será um ano de retração, com a expectativa de que as unidades encolherão a pouco mais de 2% em comparação com 2021, seguido por um quase flatlining conforme o mercado retorna a uma dinâmica orientada para a substituição

À medida que mais trabalhadores voltam ao escritório em todo o mundo, a demanda comercial ajudou a recuperar algumas perdas de volume com a queda nas compras dos consumidores. Fornecedores comerciais pesados, como Dell e Lenovo, superaram o mercado e registraram crescimento ano a ano. No entanto, as restrições de fornecimento e prioridades de gastos também pesaram, trazendo o total de remessas de monitores comerciais para baixo 2% ano após ano. Os fornecedores focados no consumidor sofreram ainda mais, já que o mercado total de monitores para o consumidor encolheu mais de 12% ano após ano.

No ranking do 3T21, a Dell Technologies encabeça a lista, com vendas de 7,66 milhões de unidades, um crescimento de 20,6% sobre o mesmo período do ano passado. A Lenovo vem em seguida, com vendas de 4,23 milhões e crescimento de 6,9%. A TPV (3,97 milhões) vem na terceira colocação, seguida da HP (3,72 milhões) e Samsung (2,87 milhões).

À medida que a demanda esfria, a IDC espera uma estabilização adicional nos preços dos componentes do monitor e uma desaceleração das remessas para o restante do ano. No entanto, os resultados do primeiro semestre do ano levarão 2021 a um crescimento de remessas de 4,6% em relação a 2020, com o volume chegando a 143 milhões de unidades, um nível não visto desde 2012.

Porém, a IDC prevê que 2022 será um ano de retração, com a expectativa de que as unidades encolherão a pouco mais de 2% em comparação com 2021, seguido por um quase flatlining conforme o mercado retorna a uma dinâmica orientada para a substituição. “Esperamos que o mercado alcance o volume máximo ao terminar 2021 com os mais altos níveis de remessa desde 2012″, disse Jay Chou, gerente de Pesquisa do Worldwide Quarterly PC Monitor Tracker da IDC . “Mesmo com as coisas se acalmando, ainda vemos áreas de oportunidade nos próximos anos. Os segmentos comerciais serão mais uma vez o principal impulsionador desse espaço, mas os consumidores também se refrescarão com uma base instalada muito maior, que se expandiu nestes tempos desafiadores . Acreditamos que as mudanças causadas pela permanência do trabalho híbrido e do aprendizado flexível permitirão taxas de atualização mais rápidas em todos os segmentos de usuários”, finalizou.

Serviço
www.idc.com

Dell Technologies

HP

IDC

Lenovo

Monitor

Samsung

TPV

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento