book_icon

TIC registra acentuado crescimento na contratação de profissionais

De acordo com a Brasscom, até agosto foram criados 147 mil novos postos de trabalho em Tecnologia da Informação e Comunicação, mas desafio da qualificação persiste

TIC registra acentuado crescimento na contratação de profissionais

Segundo levantamento da Brasscom, nos oito primeiros meses de 2021 foram criados 147 mil novos postos de trabalho em Tecnologia da Informação e Comunicação.

De janeiro a agosto de 2021, o Macrossetor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) contratou 147.248 novos profissionais no Brasil – um aumento de 149% em relação ao total de postos de trabalho criados em todo o ano passado: 59 mil. Os dados são do “Monitor de Empregos e Salários” – relatório mensal produzido pela Brasscom para acompanhar o mercado de trabalho.

Equalizar a diferença entre demanda e formação em TIC é uma grande oportunidade para o Brasil  

Na comparação direta entre os meses, o crescimento também é significativo. Em agosto de 2020 foram 13.482 novos postos, enquanto, em agosto deste ano, 20.880. Ao comparar o total de empregados no Macrossetor de TIC ao fim do ano passado – cerca de 1,6 milhão de pessoas – com os dados mais recentes, houve uma variação positiva de 9%. O avanço é especialmente significativo quando comparado ao restante da economia brasileira, que, no período, registrou um crescimento de vagas ocupadas mais tímido: 4,6%.

Para a Brasscom, ainda que evidenciem a resiliência do Macrossetor de TIC, mesmo em meio à pandemia de Covid-19, esses dados apontam para desafios que o país precisa transpor a curto e médio prazo. Um deles é a atração e capacitação de talentos na área – dados da associação apontam para a formação de apenas 46 mil profissionais, a cada ano, com perfil tecnológico no país.

“Equalizar a diferença entre demanda e formação em TIC é uma grande oportunidade para o Brasil”, afirma o presidente executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo, “estimulando, assim, o crescimento das empresas, o desenvolvimento do país, e uma verdadeira revolução da realidade social de milhares de brasileiros”.

Outra preocupação das empresas de tecnologia é a possibilidade de não prorrogação da desoneração da folha de pagamento – com encerramento previsto ao fim deste ano. “Trata-se de uma política estruturante e que tem se mostrado essencial para a manutenção e geração de novos empregos em diversos setores, incluindo o de Tecnologia da Informação”, garante o presidente da Brasscom.

A manutenção da política da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB), conhecida como “desoneração da folha” tramita na Câmara dos Deputados através do Projeto de Lei 2541/2021, de autoria do deputado federal Efraim Filho (DEM-PB). A medida foi aprovada por unanimidade pela Comissão de Finanças e Tributação e aguarda votação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

 

Brasscom

Macrossetor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)

Sergio Paulo Gallindo

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento