book_icon

Consultoria aponta LXP como principal ferramenta de aprendizagem corporativa

Estudo conclui que embora empresas também utilizem outras soluções, a LXP está no centro de suas estratégias por tornar o aprendizado fácil, acessível e relevante para os funcionários

Consultoria aponta LXP como principal ferramenta de aprendizagem corporativa

Um relatório feito pelo consultor e analista Josh Bersin aponta a Learning Experience Platform (LXP) — ou Plataforma de Experiência de Aprendizagem — como a principal ferramenta de aprendizagem corporativa nos dias de hoje. Conhecido por ditar tendências nas áreas de recrutamento, gestão de pessoas, liderança e tecnologia, Bersin cita a facilidade de compartilhar conteúdos como um dos motivos para o avanço da ferramenta dentro de empresas mundo afora.

O mercado de aprendizagem corporativa tem crescido em um ritmo acelerado — estima-se que mais de US$240 bilhões são gastos anualmente em vários tipos de treinamento. A inovação no setor tem acompanhado esse crescimento, com novas soluções, ferramentas e plataformas surgindo a cada dia. Soma-se a isso o aumento na oferta de cursos e conteúdos online. Em meio a esse cenário, as empresas descobriram que seus Learning Management Systems (LMS) — ou Sistema de Gestão de Aprendizagem — não conseguiram acompanhar a revolução pela qual o setor passa.

À medida que as empresas se concentram com maior intensidade na experiência, no bem-estar e no autodesenvolvimento dos funcionários, cada vez mais esforços são utilizados para tornar o aprendizado fácil, acessível e relevante para os funcionários  

Os LMS são feitos para ajudar administradores de aprendizagem a criar e oferecer treinamento formal às forças de trabalho, inclusive integração, treinamentos internos e treinamentos ministrados por instrutores. Já o projeto da LXP permite que as pessoas aprendam onde e quando quiserem. O objetivo inicial da LXP é melhorar a atratividade e a produtividade da aprendizagem e do desenvolvimento de habilidades para o usuário final. Enquanto o LMS é projetado para gerenciar o treinamento, as soluções LXP vão além, permitindo uma experiência personalizada, com sugestões de conteúdos relevantes e diferentes recursos consolidados em um único portal. Em suma, o LMS coloca o poder nas mãos do administrador, enquanto a LXP dá o poder ao aprendiz.

“Não havia como categorizar ou catalogar todo esse conteúdo e a maioria dos LMSs são difíceis de navegar. Assim, empresas pioneiras construíram portais inteligentes que permitem que as pessoas organizem o aprendizado facilmente. Essas ofertas eram frequentemente apelidadas de ‘o Netflix da aprendizagem’ ou ‘o Spotify da aprendizagem’ e uma nova era decolou”, afirma Bersin no estudo “A LXP torna-se o centro da aprendizagem corporativa”, que acompanhou de perto quatro empresas multinacionais que usam a LXP da plataforma de upskilling Degreed: Citibank, Verizon, Ericsson e uma empresa global de serviços de energia.

Após analisar de perto essas organizações, o estudo concluiu que embora as empresas também utilizem outras ferramentas em cursos e treinamentos, a LXP é o centro da experiência de suas estratégias de aprendizagem. “À medida que as empresas se concentram com maior intensidade na experiência, no bem-estar e no autodesenvolvimento dos funcionários, cada vez mais esforços são utilizados para tornar o aprendizado fácil, acessível e relevante para os funcionários. A LXP está agora no centro desta cruzada”, afirma o relatório.

Para Débora Mioranzza, Vice-presidente para a América Latina e Caribe da Degreed, a LXP se tornou protagonista das estratégias de aprendizagem de empresas por poder oferecer aos funcionários uma experiência de aprendizagem integrada. “Enquanto o LMS serve apenas como um ponto de controle de cursos e treinamentos oferecidos, a LXP permite que empresas implementem a aprendizagem em grande escala e de maneira estratégica, nas áreas mais relevantes para seus objetivos de negócio”, disse Débora. “O que temos observado na América Latina é que as empresas estão empenhadas em construir uma cultura de aprendizagem democrática com o aprendiz no centro da estratégia e isso só é possível com o auxílio da LXP, que ajuda a empoderar o colaborador para aprender o que é relevante para ele, da melhor maneira possível.”

 

Débora Mioranzza

Degreed

futuro do trabalho

Josh Bersin

Learning Experience Platform (LXP)

Learning Management Systems (LMS)

Plataforma de Experiência de Aprendizagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento