book_icon

Terceiro trimestre traz nova janela para IPOs no Brasil

Terceiro trimestre traz nova janela para IPOs no Brasil

O terceiro trimestre deste ano se apresenta como uma nova janela para as ofertas iniciais de ações no mercado brasileiro, os chamados IPOs. A análise é de Eduardo Luque, sócio-diretor do Grupo IRKO, que vê um bom nível de liquidez no mercado e um cenário de juros ainda propício para os investimentos em ações.

O ano de 2020 teve 28 IPOs no Brasil, o maior número desde 2007, quando foram realizados 64 lançamentos. Luque ressalta que há uma diferença no perfil das companhias que abriram capital há 14 anos e as de agora: as da geração 2020 são de menor porte e têm uma atuação em segmentos mais diversos.

A tendência de aquecimento no mercado de ações vem se mantendo em 2021 – foram 24 IPOs realizados até o mês de maio. Além disso, há ao menos outras 34 empresas na fila para também estrear na B3.

O ano de 2020 teve 28 IPOs no Brasil, o maior número desde 2007, quando foram realizados 64 lançamentos  

Em abril, no entanto, a piora da pandemia e a redução do apetite dos investidores por risco reduziram o ritmo de estreias na Bolsa. Assim, muitas empresas decidiram adiar seus IPOs, diante da exigência do mercado por descontos maiores nos preços das ações. Agora, Luque prevê uma nova janela de oportunidade para a captação de recursos.

“Existem empresas com boas teses para captar no mercado, visando à sustentação de seu crescimento e à geração de novos negócios”, avalia. “Além disso, mesmo com a perspectiva de alta da Selic, os juros ainda permanecem em um patamar que favorece o investimento em ações, em detrimento da renda fixa.”

O sócio-diretor da IRKO lembra ainda os dados positivos sobre o desempenho da economia, divulgados no início do mês – o PIB brasileiro cresceu 1,2% no primeiro trimestre, acima das expectativas do mercado.

Também contribui para esse cenário uma tendência clara de consolidação em alguns mercados, segundo o executivo. Neste contexto, ele cita os setores de saúde, infraestrutura, varejo e tecnologia.

E, para as companhias que, ainda assim, decidirem adiar a estreia na bolsa, Eduardo Luque sugere outras alternativas para financiar a expansão. “Ainda existe a possibilidade de emitir dívida de crédito privado para a captação de recursos, considerando o atual patamar de liquidez do mercado”, diz.

Há quase 65 anos no mercado, o Grupo IRKO alia experiência e inovação para oferecer um amplo leque de serviços em assessoria contábil, fiscal e trabalhista, consultoria e auditoria. A empresa possui uma sólida carteira de clientes – de pequenas companhias a grandes multinacionais – e se diferencia da concorrência pela combinação entre equipes altamente especializadas e atendimento personalizado.

 

Eduardo Luque

Grupo IRKO

IPOs no Brasil

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TENDÊNCIAS

Tecnologias imersivas ganham impulso nos negócios

Leia nessa edição sobre carreira

INDÚSTRIA 4.0

Fábrica conectada

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SERVIÇOS

Trunfos dos menores

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

TENDÊNCIAS

A casa também foi para a Nuvem

Julho| 2021 | #48 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento