book_icon

Omnichannel e e-commerce impulsionam setor de logística

Omnichannel e e-commerce impulsionam setor de logística

A FM Logistic, operadora de logística e Supply Chain, divulgou os resultados financeiros para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2021. A empresa registrou faturamento de 1,380 bilhão de euros, queda de 3,6%, afetada, principalmente, pela desaceleração econômica que impactou em 73 milhões de euros. Porém, logo no 2º semestre do ano passado, o cenário mais favorável fortaleceu um crescimento positivo de 1,5%.

O EBIT (lucro antes de juros e impostos) foi de 38,8 milhões de euros, 8,7% menor do que no ano passado. A diminuição reflete os custos mais elevados associados às medidas de adaptação à Covid-19, que totalizaram em torno de 8,1 milhões de euros, porém, compensados em parte por medidas de redução e repasse de custos.

“Em uma economia turbulenta, a FM Logistic revelou-se notavelmente resiliente. A prova disso é que assinamos 207 milhões de euros em novos contratos entre abril de 2020 e março de 2021, sendo que a grande parte deles estão relacionados aos serviços de omnichannel e e-commerce. Os esforços dos colaboradores ajudaram milhões de consumidores a obter os produtos que precisavam. Continuaremos a construir nossas posições fortes nas indústrias de bens de consumo e varejo para ajudá-las a implementar estratégias sustentáveis”, explica Jean-Christophe Machet, CEO da empresa.

O fechamento intermitente das lojas físicas, em 2020, acelerou a demanda por logística omnichannel e as vendas online  

Negócios crescentes em serviços omnichannel e e-commerce
O fechamento intermitente das lojas físicas, em 2020, acelerou a demanda por logística omnichannel e as vendas online. Atualmente, a FM Logistic oferece soluções omnichannel para 57% da carteira de clientes.

Outro fator relacionado aos negócios foi a necessidade crescente de serviços de logística urbana, como micro depósitos, dark stores e soluções “click & collect”, que indica pontos de retirada. Nesses setores, a empresa estendeu contratos com grandes varejistas como Carrefour, Intermarché e Sephora.

Os novos contratos mais notáveis conquistados no ano fiscal de 2020/2021 incluem uma marca global de cosmético e cuidados com a pele, um grande fabricante de brinquedos e várias empresas líderes em comércio eletrônico, especialmente, na França, Espanha e Índia. As principais renovações foram assinadas com Mondelēz e a Nestlé.

Destaques regionais
As receitas foram divididas entre França (40%) e outros países (60%), proporção semelhante aos últimos anos.

Por país, a receita na França diminuiu 1,9% fechando em 548 milhões de euros. Os volumes menores refletem a Covid-19, porém, foram mitigados pela maior demanda no comércio online e varejo alimentício.

A receita e a lucratividade aumentaram na Espanha e na Itália, impulsionadas pela logística do e-commerce. O maior crescimento foi registrado na Espanha (+ 22%), suportado pelo contínuo desenvolvimento da unidade de logística urbana Citylogin.

No Leste Europeu, a FM Logistic buscou o desenvolvimento dos serviços de transporte. Na Rússia, as receitas do setor tiveram um incremento de 20%. A filial da Ucrânia voltou a ter lucratividade, auxiliada pela duplicação dos volumes do comércio online.

Na Romênia, a empresa garantiu a renovação do contrato de 5 anos com uma das maiores empresas de alimentos e nutrição do mundo. Na Europa Central, a FM Logistic conquistou 25 novos contratos e renovou com outros 29 clientes, além de iniciar a construção de uma nova plataforma logística em Wiskitki, a 10 km do Centro de Transporte da Polônia, um hub internacional aéreo, ferroviário e rodoviário.

Na Ásia, a FM assinou contratos com grandes empresas de comércio eletrônico, incluindo um com a Pepperfry, o principal mercado de móveis e produtos domésticos da Índia, e outro com a VinShop, uma das maiores organizações de compra do Vietnã, subsidiária do OneMount Group.

Negócios no Brasil
A FM Logistic do Brasil, assim como as outras unidades, quer estar inserida no mercado como uma empresa de logística “green”, que se preocupa com o meio ambiente e a sustentabilidade. Para isso, tem investido em frota de veículos ecológicos (elétricos, híbrido, gás ou hidrogênio). A filial brasileira tem crescido três vezes mais do que o mercado logístico e tem a intenção de duplicar o crescimento orgânico em três anos.

“Nosso foco está nos setores de cosméticos, varejo e consumo, baseado em um desenvolvimento sustentável e investimento em equipes comerciais para atendimento dos serviços de omnichannel e transportes. Para dobrar o faturamento, investiremos em tecnologia e na ampliação dos centros de distribuição”, afirma Ronaldo Fernandes da Silva, presidente da FM Logistic do Brasil.

Segundo o executivo, os negócios da empresa estão centralizados em 30% no segmento de bens de consumo, 27% em cosméticos, 22% no varejo e 21% no industrial. “Retomamos a atuação com o transporte, o que ofertará um maior escopo de serviços aos clientes, e seguiremos investindo em novos produtos como o omnichannel e a distribuição urbana utilizando frota ecologicamente sustentável”, ressalta. No Brasil, a FM Logistic fechou, recentemente, contrato com a Henkel e sua marca Schwarzkopf.

Cadeias logísticas mais sustentáveis
No ano fiscal de 2020/21, a FM Logistic deu novos passos para contribuir para cadeias logísticas mais sustentáveis, que incluem o lançamento de uma campanha de treinamento em saúde e segurança em mais de 10 países, o fornecimento de painéis sustentáveis para 50 clientes, o que permite monitorar as emissões de gases de efeito estufa das atividades terceirizadas.

A empresa também investiu em energia renovável nas operações da Europa Central. Também está em andamento um projeto para produzir hidrogênio a partir da eletrólise da água em duas instalações piloto em Escrennes (França) e Illescas (Espanha). A FM também desenvolveu serviços específicos sem o uso de embalagens para varejistas e fabricantes de produtos, com destaque para a rede de supermercados Franprix, em Paris.

As emissões globais de dióxido de carbono das operações de armazenagem da FM Logistic continuaram diminuindo. A redução geral em termos absolutos atingiu 17% entre 2018 e 2020.

Projeções para 2021 e 2022
Com base na carteira de clientes atual e nas expectativas de aumento na demanda por serviços de omnichannel e logística urbana, a FM Logistic prospecta atingir um crescimento orgânico na receita no ano fiscal 2021/2022, o que refletirá, principalmente, a redução dos impactos da Covid-19 e no equilíbrio cambial.

e-commerce

FM Logistic

Jean-Christophe Machet

Logística

omnichannel

Ronaldo Fernandes da Silva

supply chain

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento