book_icon

Estudo revela que o futuro passa pela Computação de Borda

De acordo com um relatório da Intel, o Edge Computing é um fator crítico para as empresas entenderem os dados como estratégia de sucesso

Estudo revela que o futuro passa pela Computação de Borda

A Intel divulgou o novo relatório The Edge Outlook, que identifica a Computação de Borda, ou Edge Computing, como um fator crítico que as empresas devem aproveitar para navegar com sucesso e entender os dados agora e no futuro. Segundo o estudo, o uso de tecnologia cresceu exponencialmente durante a pandemia, gerando novos volumes sem precedentes de dados críticos de negócios. Esses dados serão fundamentais para a transformação digital de muitas empresas, mas muitas organizações estão enfrentando desafios de processamento de dados muito reais. Por exemplo, é impraticável enviar o grande volume de dados que agora estão sendo criados de volta para a Nuvem para processamento devido a problemas de latência. É aqui que a Computação de Borda pode desempenhar um papel crítico no aumento da eficiência e na sustentação do crescimento futuro dos negócios.

A Intel recentemente ajudou a japonesa Rakuten Mobile a desenvolver a primeira rede mundial baseada em contêiner e totalmente nativa em Nuvem

Ainda segundo o relatório, a taxa de mudança do mundo é exacerbada pela pandemia global, crise climática e aumento das tensões sociopolíticas. Paralelamente, a dependência de dados está aumentando – trilhões de minutos são processados ​​em plataformas de vídeo por mês. As empresas precisam desses dados prontamente disponíveis para impulsionar a inovação em tempo real.

Essa explosão de dados gerou urgência entre as empresas que buscam maximizar o uso de tecnologias como Inteligência Artificial (IA), Edge Computing e comunicações 5G. Os líderes de negócios estão acordando para as demandas de infraestrutura dessas tecnologias e para o papel que a Computação de Borda pode desempenhar para impulsionar a vantagem competitiva por meio da transformação digital acelerada.

Inovações

O estudo da Intel fornece uma visão sobre o agora, o novo e o futuro da Computação de Borda nos principais setores. Em suma, a borda é onde as empresas podem transformar planos ambiciosos em realidade. As empresas estão percebendo que a vantagem é fundamental para desbloquear inovações futuras – 76% dizem que identificar “o local ideal” para o processamento de dados é um desafio.

Ao lado de conselhos práticos do pioneiro digital e cientista de IA Inma Martinez, o relatório revela por que as empresas não podem mais se dar ao luxo de ignorar a vantagem. “Os dados sempre foram a pedra angular da civilização, mesmo desde a Idade do Bronze”, disse Martinez. “A Borda torna possível um mundo onde, de repente, cada objeto tem o potencial de informação – informação que pode ser extraída e usada em tempo real”, observou.

Com a vantagem definida para transformar todos os aspectos da vida e dos negócios, as empresas devem abraçar a colaboração e alavancar ecossistemas que lhes permitam capitalizar todas as suas oportunidades. A Computação de Borda já está levando os serviços digitais para a próxima fronteira, trabalhando em sinergia com tecnologias críticas como IA e 5G. Somente entre os clientes da Intel, existem agora mais de 24 mil implementações de Borda gerando valor real para os negócios, ajudando as empresas a crescer e inovar nesta nova era de inteligência distribuída.

Impactos por setor

No varejo, os dados analisados ​​na Borda corrigem grandes quantidades de distorção de estoque, enquanto tornam as cadeias de suprimentos e o desenvolvimento de produtos mais eficientes. O Edge fornece aos varejistas uma análise do comportamento do consumidor em tempo real, capacitando-os a oferecer experiências mais personalizadas. A taxa de conversão da vitrine do cliente da Intel WonderStore aumentou em quase 17% desde a implantação de tecnologias de Borda. Isso foi conseguido usando sensores visuais e análise em tempo real para personalizar as experiências da loja com base nas escolhas de moda dos clientes, sentimento e tempo de permanência.

Na indústria, a robótica baseada em IA é usada para realizar tarefas repetitivas e potencialmente perigosas com maior velocidade e precisão do que os humanos. A visão da máquina também é usada para validar recursos e verificar se há defeitos, ajudando a entregar o produto da mais alta qualidade possível. Essas implementações de Borda ajudaram a Audi, cliente da Intel, a  aumentar a velocidade de inspeção de solda em 100 vezes com apenas 18 milissegundos de latência. Como resultado, os custos de mão de obra caíram de 30% a 50% em sua unidade de Neckarsulm, na Alemanha, uma das duas principais montadoras da empresa.

Na área de Saúde, segundo o relatório, a Computação de Borda ajuda a fornecer uma qualidade de atendimento e eficiência clínica mais alta, permitindo o monitoramento frequente do paciente e a coleta de dados, integração com registros eletrônicos e análise de dados do paciente com base em IA. A inferência de Machine Leraning (ML) é usada em diagnósticos baseados em imagens para acelerar a detecção de problemas de saúde e salvar vidas. Graças à tecnologia de Borda, a Philips conseguiu acelerar as imagens de tomografia computadorizada em 188 vezes, sem a necessidade de adicionar aceleração de hardware.

Por fim, em telecomunicações, o Edge Computing vem impulsionando a rede e a eficiência operacional, o ML pode ajudar as operadoras a aumentarem a rede e a eficiência operacional para atender às crescentes expectativas de nível de serviço e, ao mesmo tempo, reduzir os custos. Com motores baseados em IA e análises, os operadores ganham a capacidade de gerenciar redes 5G de forma inteligente para atingir KPIs de rede, automação de rede, economia de energia e flexibilidade operacional para atender a uma ampla variedade de 5G e casos de uso de Borda. A Intel recentemente ajudou a japonesa Rakuten Mobile a desenvolver a primeira rede mundial baseada em contêiner e totalmente nativa em Nuvem. Eles estão usando Data Centers para fornecer tempos de resposta rápidos para aplicativos e conteúdo de mídia avançada, permitindo que sua rede móvel ofereça suporte a experiências imersivas e multissensoriais para os clientes.

Serviço
www.intel.com

Computação deBorda

Edge Computing

Estudo

IA

Intel

ML

Nuvem

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento