book_icon

Empresa que atua em Transformação Digital abre vagas de trabalho em São Paulo

Com uma cultura que prega diversidade e inclusão, a Sciensa busca formar profissionais de alta performance com experiência com grandes empresas do mercado, como a Magalu, XP Investimentos, Grupo CVC, Porto Seguro, Gerdau, Genial Investimentos, Santander, Itaú, entre outras gigantes

Empresa que atua em Transformação Digital abre vagas de trabalho em São Paulo

Com o intuito de formar profissionais de alta performance, a Sciensa , empresa pioneira em Transformação Digital do mercado brasileiro, abre vagas de trabalho em São Paulo para contratação de 200 colaboradores até o final do ano. As oportunidades são para as mais variadas áreas, como trainee, arquitetura de soluções, engenharia de dados, recrutador de tecnologia, entre outras.

Entusiasta e apaixonada pela Transformação Digital, a Sciensa trabalha para tornar empresas analógicas em digitais por meio de tecnologia e estratégias e, assim, proporcionar crescimento de forma exponencial e constante às empresas brasileiras. Para fazer parte do time, é preciso ter ideias, pontos de vista variados e “pensar fora da caixa”, pois esses pontos contribuem para a formação de uma equipe engajada, gerando resultados positivos. Karina Cruz, que já foi trainee e hoje é desenvolvedora front-end da Sciensa, fala sobre a sua experiência na empresa: “Ao ser contratada, já fui alocada para um projeto com um time de ótimos profissionais, participei de todas as reuniões e do desenvolvimento de diversas tarefas. Isso tudo foi acontecendo naturalmente porque eu sabia que tinha alguém me acompanhando, tirando todas as minhas dúvidas, revisando minhas demandas e sempre mostrando o melhor caminho”.

Com uma cultura que prega a diversidade, inclusão e colaboração, a empresa acredita que a tecnologia é um meio fundamental para tornar o mundo em um lugar melhor, e estão em uma constante busca por talentos que possam ajudar a realizar esse objetivo. A Sciensa entende que todo profissional é capaz de contribuir para a equipe, por isso, raça, cor, religião, gênero, nacionalidade, deficiência, orientação sexual, descendência ou idade não são impeditivos para fazer parte da empresa. Além disso, segundo Felipe Oliveira, fundador e CEO da Sciensa, a inclusão social trata-se de uma estratégia fundamental para desenvolver a responsabilidade social e motivar o bom relacionamento entre as equipes.

Vale destacar que a Sciensa já gerou cases de sucesso para grandes empresas, como a Magalu, XP Investimentos, Grupo CVC, Porto Seguro, Gerdau, Genial Investimentos, Santander, Itaú, entre outras gigantes. Por isso, fazer parte da organização garante que os novos colaboradores adquiram experiência e vivência em rotinas com grandes marcas e profissionais do mercado de trabalho. “Por notar que todos estavam sempre dispostos a ajudar, eu sempre tive muita liberdade e facilidade de tirar dúvidas e discutir temas. Todo esse cuidado e acompanhamento fizeram muita diferença na minha carreira, pois fui ganhando cada vez mais confiança no meu trabalho. Devido a isso, atualmente consigo participar de decisões importantes junto com o time e realizar tarefas mais complexas”, comenta Karina Cruz.

Atualmente, a empresa conta com aproximadamente 200 profissionais, com expectativa de faturamento de R﹩150 milhões para 2021. Para o CEO Felipe Oliveira, dobrar a quantidade de funcionários, inclusive com a abertura de vagas exclusivas para cisgênero e transgênero, é uma das grandes metas. Além disso, após o processo de trainee, a maioria dos jovens são contratados efetivamente, tornando o número ainda maior. “Nós compreendemos que após formar colaboradores de alta performance, eles podem manter seu desenvolvimento e evolução profissional aqui dentro”, finaliza o empresário.

Jorge Hecherat, que foi trainee da Sciensa, conta a sua experiência na empresa: “Sinto muito orgulho de fazer parte dessa história, pois com eles, tive a oportunidade de iniciar minha carreira, me desenvolver e crescer profissionalmente”. Assim como o Jorge, muitos outros jovens já passaram pela organização e reconhecem que o trabalho colaborou para criar conhecimentos e reconhecimentos em suas áreas, além de vivenciar na prática a profissão desejada.

Serviço
http://time.sciensa.com

 

Felipe Oliveira

Jorge Hecherat

Karina Cruz

Sciensa

Transformação Digital

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.