book_icon

Nokia anuncia reestruturação para melhorar a lucratividade

No início da semana, a fabricante já havia anunciado um corte 10 mil funcionários até 2023, sendo 5 mil ainda este ano

Nokia anuncia reestruturação para melhorar a lucratividade

Na terça-feira (16/3), a Nokia surpreendeu o mercado ao anunciar que passará por uma reestruturação, envolvendo uma remodelagem organizacional, simplificação de portfólio e principalmente o corte de 10 mil funcionários pelo mundo, resultando em uma economia total de 600 milhões a 700 milhões de euros, segundo estimativas. Os cortes não ocorrerão de uma vez, são esperados 50% este ano, 15% no ano que vem e 35% em 2023. Atualmente, a empresa finlandesa tem cerca de 90 mil colaboradores. E na quinta-feira (18/3) ela realizou um evento online para detalhar seus planos e como enxerga o futuro.

“A Nokia agora tem quatro grupos de negócios totalmente responsáveis. Cada um deles identificou um caminho claro para o crescimento sustentável e lucrativo e estão redefinindo suas bases de custos para investir no futuro”, disse Pekka Lundmark, presidente e CEO da empresa. A área Mobile Networks tem como objetivo ser o líder indiscutível em redes de mobilidade sem fio e serviços associados. Para atingir essa meta, ela se concentrará no fortalecimento da liderança em tecnologia e investirá ainda mais em P&D 5G.

A Nokia está se reposicionando para oferecer crescimento sustentável e lucrativo, adaptando nossos negócios para liderar em um mundo cada vez mais digitalizado. Temos um plano claro e detalhado de como redefiniremos os negócios, aceleraremos a competitividade e aumentaremos nossa liderança nos mercados que escolhermos

Os clientes dos Serviços de Nuvem e Rede estão mudando, ao invés de possuir produtos, eles querem consumir resultados, fornecidos como um serviço a partir da Nuvem. As prioridades deste grupo empresarial e como ele irá opera devem estar alinhadas com essa mudança.

A área de Cloud and Network Services pretende alinhar portfólios e agilizar modelos de serviço; fortalecer a liderança em tecnologia, redirecionando os recursos de P&D para oportunidades de crescimento emergentes; simplificar as operações e funções de suporte; e aumentar a produtividade por meio da redução da fragmentação do local. A infraestrutura de rede permanecerá praticamente inalterada, embora aumente seus investimentos em P&D e planeje novos recursos para atender à demanda dos clientes e apoiar a inovação do portfólio.

Por fim, a Nokia Technologies permanecerá praticamente inalterada. Ela continuará administrando os custos para poder investir em tecnologias futuras e manter altos níveis de lucratividade.

Novo posicionamento

Em um evento online chamado Capital Markets Day 2021, realizado na quinta-feira (18/3), a Nokia forneceu uma visão geral das tendências de longo prazo do mercado, como está se preparando para a criação de valor, planos detalhados para cada um de seus segmentos de negócios, suas perspectivas financeiras e sua política de dividendos atualizada.

“A Nokia está se reposicionando para oferecer crescimento sustentável e lucrativo, adaptando nossos negócios para liderar em um mundo cada vez mais digitalizado. Temos um plano claro e detalhado de como redefiniremos os negócios, aceleraremos a competitividade e aumentaremos nossa liderança nos mercados que escolhermos. Esse plano nos permitirá oferecer margens operacionais comparáveis ​​de dois dígitos em 2023”, prometeu Lundmark.

A Nokia vê uma série de tendências importantes impactando a indústria nos próximos anos, com 5G e tecnologias resultantes em seu núcleo e criando oportunidades para CSPs, empresas e webcales. Essas tendências incluem o acesso de última geração com fibra para casa e tecnologias de transporte otimizadas, proporcionando uma experiência perfeita para os consumidores em residências e locais de trabalho, permitindo uma “sociedade gigabit” quando combinada com 5G móvel. Além disso, a empresa digital conectada gerará ganhos massivos de produtividade, eficiência e segurança em todos os setores. O resultado disso será um crescimento significativo no mercado corporativo.

“O 5G ainda está em sua fase inicial. Estimamos que o pico do mercado 5G durará aproximadamente o dobro do tempo que durou com o 4G. Portanto, essas tendências de acesso de próxima geração e empresas conectadas digitalmente ainda têm um longo caminho a percorrer. Quero que a Nokia seja capaz de moldá-los, oferecendo os melhores produtos, serviços e conectividade que permitem que nossos clientes ofereçam desempenho em constante melhoria”, comentou Lundmark.

DE acordo com o executivo, a Nokia está renovando a forma de trabalhar e promovendo uma cultura em que seu pessoal está aberto ao desenvolvimento contínuo, sem medo de experimentar e com poderes para agir com responsabilidade clara. Para cumprir suas metas de crescimento sustentável, a Nokia estabeleceu uma abordagem em três fases. Primeiro, uma reinicialização contínua, com foco em garantir a liderança em tecnologia; implementar o novo modelo operacional para reduzir a complexidade e aumentar a responsabilidade; garantir a competitividade total do portfólio em Redes Móveis; redefinir sua base de custos; e renovar as formas de trabalhar.

Em segundo, de 2022 em diante, a empresa irá acelerar a competitividade e pretende aumentar as margens por meio de liderança em tecnologia aprimorada, digitalização de operações próprias, automação e captura de oportunidades emergentes. Por fim, ela planeja expandir para impulsionar o crescimento em novos casos de uso e modelos de negócios, incluindo wireless corporativo e privado, a fim de crescer mais rápido do que o mercado.

Para os acionista, a Nokia anunciou uma atualização em sua política de dividendos. É uma meta de pagamentos de dividendos ordinários recorrentes, estáveis ​​e crescentes ao longo do tempo, levando em consideração os ganhos do ano anterior, bem como a posição financeira da empresa e as perspectivas de negócios.

Conforme anunciado anteriormente, o Conselho de Administração da Nokia não propôs um dividendo ou autorização de dividendos para o ano fiscal de 2020. Após o quarto trimestre de 2021, o Conselho irá avaliar a possibilidade de propor uma distribuição de dividendos para o ano fiscal de 2021 com base na política de dividendos atualizada.

Serviço
www.nokia.com

5G

mercado

Network

Nokia

Nuvem

Pekka Lundmark

reestruturação

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento