book_icon

A Vertiv é classificada como líder global no mercado de refrigeração de Data Centers

Pesquisa realizada pela Omdia revela, também, os rumos futuros dessa indústria; tecnologias como refrigeração por água gelada ou evaporativa, assim como algumas formas de refrigeração líquida, estão sendo cada vez mais adotadas

A Vertiv é classificada como líder global no mercado de refrigeração de Data Centers

A Vertiv, fornecedora global de soluções de infraestrutura crítica e continuidade, foi classificada pela empresa de análise de mercado Omdia como a maior fornecedora global do mercado de refrigeração de Data Centers . A pesquisa recentemente divulgada destaca que tecnologias de rejeição de calor estabelecidas, como as de Refrigeração por Expansão Direta (DX), por Água Gelada e Evaporativa, continuam a dominar o mercado. Essas tecnologias estão cada vez mais sustentáveis. Além disso, novas tecnologias, como algumas formas de refrigeração líquida, devem crescer em 2021. Os operadores de data centers buscam por formas de melhorar a eficiência num momento em que a computação exige cada vez mais energia.

O mercado para tecnologia de refrigeração de Data Centers tem uma projeção de crescimento de 3,3 bilhões de dólares em 2020, devendo chegar a mais de 4,3 bilhões em 2024, de acordo com a Omdia  

O trabalho da Omdia, Data Center Thermal Management Report 2020, publicado no final de 2020 e baseado em dados de 2018 e 2019, afirma que a Vertiv possui uma participação de 23,5% no Mercado global de refrigeração de Data Centers – mais do que 10% acima de seu concorrente mais próximo. O mercado para tecnologia de refrigeração de Data Centers tem uma projeção de crescimento de 3,3 bilhões de dólares em 2020, devendo chegar a mais de 4,3 bilhões em 2024, de acordo com a Omdia. A Vertiv também lidera o mercado global de tecnologias térmicas perimetrais, com uma participação de mercado de 37,5% – mais do que 20% acima do fornecedor mais próximo.

Além de analisar a posição de mercado, o relatório proporciona insights sobre como a tecnologia de refrigeração de data centers está evoluindo. Tecnologias estabelecidas, como chillers e refrigeração perimetral, permanecem com uma grande fatia do mercado. De acordo com a Omdia, split por expansão direta ainda é a forma principal de rejeição de calor no gerenciamento térmico do data center, mas a rejeição de calor por água gelada e evaporativa direta estão ganhando impulso. Além disso, o ímpeto dos fornecedores de serviços de Nuvem e de colocation tem sido acelerado, levando ao crescimento de dois dígitos para as unidades de tratamento de ar (AHU).

A Omdia prevê que também haverá um crescimento forte em algumas formas de refrigeração líquida –de imersão e direta para o chip – que devem dobrar entre 2020 e 2024. Diversos fatores estão contribuindo para essa mudança, incluindo o consumo de energia pelos chips e pelos servidores, o crescimento do Edge, o aumento das densidades dos racks, bem como as exigências de eficiência energética e sustentabilidade.

Lucas Beran, analista principal para a área de pesquisa sobre Nuvem e Data Centers e autor desse relatório, disse: “O mercado de gerenciamento térmico de Data Centers está no pico de um ponto de inflexão. Atualmente, os produtos e soluções térmicas existentes a base de ar estão impulsionando o crescimento, mas são limitados por sua capacidade de refrigeração de densidades de racks acima de 10kW. As novas tecnologias, produtos e designs ajudam no suporte a essas implementações de alta densidade e operações mais eficientes, levando a uma mudança na dinâmica do mercado até 2024.”

Na América Latina, a Vertiv tem visto uma crescente adoção de sistemas que buscam aproveitar ao máximo as condições ambientais externas para climatizar ambientes de TI, especialmente as tecnologias de Free Cooling e Adiabáticas. “Isso demonstra que, mesmo em uma região tão heterogênea em relação ao clima quanto a nossa, alternativas bem executadas podem entregar eficiências e níveis de PUE consideráveis. Isso tem um impacto direto na redução dos custos operacionais do data center,” disse Rafael Garrido, vice-presidente da Vertiv América Latina.

Além das inovações internas, a Vertiv está também trabalhando com grupos de liderança intelectual da indústria. Recentemente a empresa tornou-se um Membro Platinum do Projeto de Computação Aberta (do inglês Open Compute Project, OCP). O papel da Vertiv incluirá dar suporte a iniciativas sobre adoção da refrigeração líquida através dos projetos de Soluções de Refrigeração Avançadas (ACS) e Instalações de Refrigeração Avançadas (ACF). O objetivo é trazer diretrizes e melhores práticas para as tecnologias de refrigeração líquida direta ao chip e de imersão, bem como possibilitar práticas para instalações de data centers adotarem refrigeração líquida.

A pesquisa própria da Vertiv sobre tecnologias térmicas também aponta as inovações futuras
De acordo com o relatório Data Center 2025: Mais Próximo do Edge, a indústria de Data Centers passou por uma mudança em larga escala para a otimização de recursos, impulsionada pelos operadores de hyperscale e fornecedores de colocation, ao mesmo tempo em que simultaneamente levava a remoção de calor para perto dos servidores através dos sistemas de refrigeração líquida e porta traseira, projetados para dar suporte aos racks de alta densidade comuns em instalações de computação de alto desempenho (HPC). Dos mais de 800 profissionais de data centers que responderam à pesquisa, 42% esperam que as futuras demandas de refrigeração sejam atendidas por sistemas mecânicos, enquanto 22% dizem que elas serão atendidas pela refrigeração líquida e ar externo. Esse resultado provavelmente é motivado pelas densidades de rack mais extremas vistas atualmente.

Serviço
Vertiv.com

 

Água Gelada e Evaporativa

Data Center Thermal Management Report 2020

Lucas Beran

Omdia

Rafael Garrido

refrigeração de Data Centers

Refrigeração por Expansão Direta (DX)

Vertiv

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.