book_icon

Sete dicas de recrutamento e seleção para atrair talentos para a sua startup

Para uma boa entrevista, é necessário ter o perfil da vaga em mente, com as competências técnicas, comportamentais e valores
Sete dicas de recrutamento e seleção para atrair talentos para a sua startup

Em setembro, o LinkedIn divulgou uma lista com as 10 startups mais desejadas para se trabalhar em 2020 – LinkedIn Top Startups Brasil. A Menu (https://menu.com.br/) – startup que conecta pequenos comerciantes a grandes a grandes distribuidores – conquistou o primeiro lugar entre gigantes como Neon e Loft. Para Rafael Oliveira, Diretor de Gente da Menu, durante as contrações online, devido ao isolamento social, tiveram todo o cuidado de tornar os processos seletivos o mais humanizado possível.
Segundo o Diretor de Gente, para entrar no time é importante que o candidato esteja alinhado com os valores da startup. “Antes de avaliarmos a técnica, o profissional precisa ser compatível com a cultura da empresa. Na Menu, valorizamos a diversidade, o conceito de mão na massa, confiança, cuidado e transparência”, afirma. Pensando nisso, Rafael apontou 7 dicas para recrutamento e seleção para uma startup.

Seja detalhista e faça um planejamento minucioso de como será realizado o processo seletivo. Para isso, existem inúmeros métodos de seleção e recrutamento: entrevistas, testes escritos, dinâmicas online e etc 

Defina o perfil do profissional desejado
Pode parecer simples, mas esse passo ainda é facilmente esquecido pelos recrutadores. Por isso, analise as seguintes perguntas: que tipo de profissional a startup está procurando? Qual atividade ele deverá realizar? Quanto de experiência no mercado de trabalho deve ter? Que nível escolar será exigido? Quais qualidades serão essenciais para uma pessoa conquistar a vaga?
Planeje todo o processo de seleção
Seja detalhista e faça um planejamento minucioso de como será realizado o processo seletivo. Para isso, existem inúmeros métodos de seleção e recrutamento: entrevistas, testes escritos, dinâmicas online e etc. E, na hora de optar por uma dessas formas de recrutamento, analise se o método escolhido está em conformidade com o objetivo da contratação e do candidato e com os valores da empresa.
Anuncie vagas nos lugares corretos
Após definir o tipo de funcionário ideal, o anúncio da vaga deve ser divulgado nos canais acessados pelo público-alvo. A escolha do canal correto otimiza o processo de recrutamento e seleção, atuando como um filtro que auxilia na atração dos profissionais mais indicados. O LinkedIn, por exemplo, além de rede social é uma plataforma para anunciar vagas de emprego. Se a vaga estiver bem descrita e com as palavras-chave certas, as chances de encontrar o candidato ideal para a sua startup são grandes.
Alinhe os valores da startup com o candidato
Quando são contratadas pessoas que acreditam no que a startup acredita, não só os resultados serão melhores, como esses profissionais se sentirão mais felizes e parte importante do grupo, aumentando a conexão e o senso de pertencimento. Lembre-se quanto maior o nível de aderência a esses valores, maior é o nível de engajamento e confiança, levando a uma relação mais duradoura e sólida com a empresa.
Tenha cuidados especiais na entrevista
Para uma boa entrevista, é necessário ter o perfil da vaga em mente, com as competências técnicas, comportamentais e valores. Também é necessária uma preparação prévia, que consiste em ler novamente o currículo do candidato e anotar as dúvidas que surgirem. Elabore um roteiro de perguntas para a entrevista. Abra espaço também para o candidato falar e tirar dúvidas, nesse momento ele pode indicar alguma informação importante e que pode ser extremamente relevante para a empresa.
Lembre-se de cuidar da pós-contratação
O processo seletivo não termina com a contratação do candidato. Alguns cuidados devem ser tomados mesmo após a escolha do profissional ideal. O RH deve encaminhar a pessoa para todos os procedimentos de contratação. Isso significa orientar sobre os documentos a serem apresentados, solucionar dúvidas, checar se é necessário aguardar que o candidato se desligue da empresa anterior, entre todos os trâmites burocráticos.
Escreva aos candidatos que não foram selecionados
Os profissionais que não foram contratados também não podem ser esquecidos. O RH deve retornar o contato, dando um feedback sobre a conclusão do processo seletivo e se colocando à disposição para esclarecer dúvidas. Se possível, é interessante apontar os motivos pelos quais esse candidato não foi escolhido e quando ele pode participar de um novo processo, se desejar.

Menu

Rafael Oliveira

recrutamento e seleção

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento