book_icon

Nvidia é autorizada a prosseguir com a aquisição da Mellanox

A expectativa é que esse fechamento ocorra até 27 de abril de 2020
Nvidia é autorizada a prosseguir com a aquisição da Mellanox

A Nvidia Enterprise, que revolucionou a computação paralela, anuncia a aprovação de todas as autoridades necessárias para prosseguir com a aquisição planejada da Mellanox, fornecedora multinacional israelense-americana de produtos de rede de computadores baseados na tecnologia InfiniBand e Ethernet.

Com exceção das demais condições habituais para a conclusão, todas as condições para o fechamento da transação foram atendidas

A última autorização da Administração Estatal da China para a Regulamentação do Mercado segue a aprovação antitruste da Comissão Europeia e do México, além do vencimento do período de espera sob as leis que regulam a conduta e a organização de empresas corporativas para promover uma concorrência leal em benefício dos consumidores dos EUA. Com exceção das demais condições habituais para a conclusão, todas as condições para o fechamento da transação foram atendidas.
A Nvidia anunciou em 11 de março de 2019 a intenção de adquirir a Mellanox com sede em Israel por US$ 125 por ação em dinheiro, ou US$ 6,9 bilhões, em uma transação que combinaria a principal experiência em computação da Nvidia com a tecnologia de interconexão de alto desempenho da Mellanox. Espera-se que a aquisição seja imediatamente acrescida à margem bruta não-GAAP da Nvidia, EPS não-GAAP e fluxo de caixa livre.
A expectativa é que esse fechamento ocorra até 27 de abril de 2020.

Autoridade Antitruste da China

Mellanox

Nvidia Enterprise

tecnologia InfiniBand e Ethernet

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.