book_icon

Microsoft defende uso da IA e da nuvem pelo Varejo

Inteligência artificial e compras: todo mundo pode ser cliente especial com a adoção de tecnologias pelos lojistas
Microsoft defende uso da IA e da nuvem pelo Varejo

A companhia apresenta o caso de sucesso da Trakomatic, varejista da Singapura, que agora oferece tratamento especial a seus clientes com a ajuda de suas tecnologias de Inteligência Artificial – IA, e da nuvem. Essa solução cria um “ecossistema de atendimento ao cliente”, que trabalha em conjunto com os planos de fidelidade da loja. Ou seja, quando um cliente opta por se inscrever no serviço, ele tem a opção de adicionar sua imagem fotográfica ao perfil. Assim, a IA da Trakomatic reconhece um ciente especial assim que ele entra no shopping. A solução envia, então, aos clientes uma mensagem personalizada, como um SMS, recomendando um par de tênis de corrida – caso eles sejam entusiastas do esporte –, por exemplo, e os direciona para a loja.

O comércio eletrônico está mudando a maneira como fazemos compras. Mesmo assim, as transações online representam, em média, apenas 20% das vendas de um varejista na Ásia, diz Shaun Kwan, co-fundador da Trakomatic, focada em digitalização de lojas físicas.  “Está crescendo, eu concordo”, diz ele. “Mas os consumidores ainda querem tocar e sentir os produtos”. Isso não significa que tudo seja mais fácil para as lojas físicas. “Hoje, o espaço de varejo é muito caro. As lojas estão encolhendo e as mercadorias não estarão mais em prateleiras”, aponta. Para o executivo, muitos comerciantes estão procurando e testando novas tecnologias para ajudá-los a se adaptar e crescer.  “Por exemplo, Realidade Aumentada e Realidade Virtual estão sendo utilizadas para exibir mercadorias em várias cores e tamanhos, e os clientes podem fazer pedidos online dentro da própria loja. Tudo é experimental para reduzir a pegada de um estabelecimento”.

Em breve, os varejistas tentarão prever o comportamento individual dos compradores nas lojas com a ajuda da IA
Mas a resposta para mais vendas pode depender de algo muito básico: um serviço melhor e mais personalizado. Se existe um ponto em comum que atravessa todas as tendências do varejista, esse é oferecer uma experiência melhor para os clientes.
E a Inteligência Artificial está se transformando para ampliar esse ponto em todos os aspectos. Segundo Kwan, os jovens consumidores da Ásia querem ser conhecidos e reconhecidos. Eles querem experiências personalizadas que os ajudem a economizar tempo e dinheiro. Eles desejam ser tratados como um cliente especial. Mas, do ponto de vista deles, a maioria dos clientes especiais é de idosos ricos.
Tratamento de celebridade
Agora, alguns varejistas podem oferecer tratamento personalizado a mais pessoas com a ajuda de IA e reconhecimento facial desenvolvido pela Trakomatic. Essa solução ajuda a criar um “ecossistema de atendimento ao cliente”, que trabalha em conjunto com os planos de fidelidade de uma loja.

Quando um cliente opta por se inscrever no serviço, ele tem a opção de adicionar sua imagem fotográfica ao perfil. Nesse caso, o vídeo da Trakomatic é analisado, a IA faz o reconhecimento facial e os sensores inteligentes na nuvem do Microsoft Azure fazem o resto.

A IA da Trakomatic reconhece um cliente especial assim que ele entra no shopping. A solução envia aos clientes uma mensagem personalizada, como um SMS, recomendando um par de tênis de corrida – caso eles sejam entusiastas do esporte –, por exemplo, e os direciona para a loja. Ao longo do caminho, a sinalização digital do shopping sabe quando o cliente que merece uma atenção especial está próximo e altera o conteúdo para reforçar o anúncio dos tênis enviados no celular quando o cliente entrou no shopping.
Quando Kwan, chega à loja, o sistema alerta a equipe de serviço por meio de seus dispositivos. Eles então têm a chance de ativar “seu charme de vendedor” e tratar o cliente especial com atenção pessoal. Eles também podem fazer vendas cruzadas e up-sell, além de oferecer descontos e recompensas adicionais, como cupons.
Esse tipo de integração aproveita o fato de que 71% dos compradores ainda gastam mais por visita na loja do que comprando online.
O módulo de envolvimento do comprador da Trakomatic foi introduzido na Lenovo Flagship Store para atender a essas demandas, permitindo que a equipe local reconheça, antecipe e atenda proativamente os clientes com dados e insights.
“Não é fácil oferecer um ótimo serviço em qualquer loja física, já que os clientes exigem cada vez mais experiências ininterruptas de compras nos pontos de contato tradicionais e digitais. Por fim, a IA está ajudando a equipe a tomar decisões de negócios precisas”, compartilhou Constantia Ang, diretora de vendas, AddOn, um distribuidor da Lenovo em Cingapura.
Tornando-se ‘phygital’
Anos atrás, Kwan notou uma lacuna na análise de dados. “Jornal, música, livros são digitalizados, por que não digitalizamos o espaço físico?”. Ele viu que as câmeras de CFTV eram instaladas em quase todos os lugares, observando valiosos fluxos de dados de compradores, mas ninguém os estava utilizando. Tudo começou com a medição de características como quantidade de passos, idade e sexo, trilhas e mapas de calor – tudo como conjuntos de dados anônimos para proteger a privacidade individual.

Ele estava na vanguarda dos varejistas que optaram por ‘phygital’, casando-se com o mundo físico e digital para melhorar o desempenho do varejo. A empresa usa o Microsoft Azure para processar todos esses dados na nuvem – a única maneira de atingir a escala e a velocidade necessárias para oferecer seus serviços – e o Power BI para compartilhamento básico e avançado e visualização intuitiva de dados.

Além de melhorar a experiência do cliente, as ferramentas da Trakomatic ajudam os varejistas a medir e melhorar a eficácia das campanhas de marketing, acompanhar as taxas de conversão de vendas e descobrir o tamanho médio da cesta dos compradores. Em outros setores, como o turismo, o Trakomatic pode ajudar atrações com controle de multidões.
Há também um elemento preditivo no trabalho. O sistema já pode ajudar os gerentes a prever quais dias e locais provavelmente terão tráfego intenso. “Agora, os varejistas estão se concentrando em vender os produtos mais desejados para o público correto, em vez de limpar os estoques deixados nas prateleiras”, diz Kwan. “Em breve, os varejistas tentarão prever o comportamento individual dos compradores nas lojas com a ajuda da IA”.

Lenovo

Microsift

Phygital

Power BI

Shaun Kwan

Trakomatic

Varejo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento