book_icon

IBM e will.i.am colaboram em solução de Inteligência Artificial

Na última quarta-feira, no Fórum Econômico Mundial em Davos, a IBM anunciou uma parceria global com a I.AM+, uma startup de inteligência artificial (IA) fundada pelo músico e empresário will.i.am, para acelerar o uso da IA. A startup selecionou a nuvem pública da IBM como seu principal provedor de cloud e buscam introduzir segurança, confiança e transparência na plataforma de IA, Omega.

IBM Services desenvolverá e implementará soluções cognitivas e em nuvem para criar experiências personalizadas e inovadoras exigidas pelo mercado atual  

A Omega possui uma tecnologia proprietária que ajuda as máquinas a entender a linguagem natural. A I.AM+, em colaboração com IBM Services, implementará a plataforma utilizando o Red Hat OpenShift que roda na nuvem pública IBM, permitindo que seus clientes comecem a adotar a tecnologia com mais rapidez, operem com mais eficiência e ofereçam segurança de dados em nível corporativo. IBM Services desenvolverá e implementará soluções cognitivas e em nuvem para criar experiências personalizadas e inovadoras exigidas pelo mercado atual.
A IBM por décadas seguiu princípios fundamentais – baseados em confiança e transparência – que orientam a forma como a empresa lida com os dados e insights dos clientes, além de seu desenvolvimento responsável e implementação de novas tecnologias. A IBM e a I.AM+ fornecerão soluções de IA para os setores de varejo e entretenimento, onde os dados do cliente são essenciais, de maneira responsável e clara.

Fórum Econômico Mundial

I.AM+

Inteligência Artificial

nuvem pública IBM

Omega

Red Hat OpenShift

will.i.am

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.