book_icon

Check Point obtém Certificação “Common Criteria”

Esta certificação marca um passo importante na estratégia de expansão da empresa, já que permite à Check Point disponibilizar a sua tecnologia a 31 nações membros do Acordo de Reconhecimento de Critérios Comuns (CCRA)
Check Point obtém Certificação “Common Criteria”

A Check Point Software Technologies Ltd., fornecedor global em soluções de cibersegurança, acaba de receber a certificação Common Criteria Certifications para os seus dispositivos de Gestão de Segurança e Gateway R80.30. Estes certificados de cumprimento da norma EAL4+ e de Perfil de Proteção baseiam-se num padrão internacional para validar os produtos que cumprem com os requisitos de segurança específicos para diferentes Administrações Públicas e Governos a nível mundial.
Os certificados de Perfil de Proteção são necessários para os produtos de segurança utilizados pelos governos dos Estados Unidos da América, Canadá, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia. Por outro lado, o cumprimento da norma EAL4+ é um requisito para produtos que aportem segurança tanto à rede pública como governamental na Europa e Ásia. A Check Point recebeu estas certificações para os seus produtos SmartConsole R80 e APIs REST.

Estes certificados de cumprimento da norma EAL4+ e de Perfil de Proteção baseiam-se num padrão internacional para validar os produtos que cumprem com os requisitos de segurança específicos para diferentes Administrações Públicas e Governos a nível mundial  

Os produtos da Check Point foram avaliados e validados de acordo com as disposições dos três perfis de proteção comunitários aprovados pela Community Protection Profiles (NIAP) para dispositivos de rede, firewall e VPN. O R80.30 obteve a certificação EAL4+, incluindo aqui o novo motor de inspeção de Firewall e o IPS Blade Pattern Matcher. Esta certificação também valida a metodologia de desenvolvimento, os sistemas internos, a segurança e o processo de assistência da Check Point. Ambas avaliações incluíram testes independentes de funcionalidade e penetração no sistema, bem como uma análise de vulnerabilidades. Estas certificações de R80.30 incluem também os dispositivos Smart-1 e um conjunto de appliances corporativos em que se incluem o TE e CloudGuard.
“A Check Point procura criar soluções que cumpram e superem os requisitos estabelecidos pelos padrões reconhecidos internacionalmente, demostrando o nosso compromisso para proporcionar o mais alto nível de segurança inovadora às organizações governamentais e empresariais”, explica Itai Greenberg, vice-presidente de gestão de produtos da Check Point.
O R80.30 já figura na Lista de Conformidade de Produtos da NIAP-CCEVS, por meio do Sistema de Certificação NSCIB dos Países Baixos e cumpre com os requisitos da lista CSFC da NSA para a proteção de dados classificados da NSS, o NIAPC (Catálogo de Produtos de Garantia de Informação da NATO) e a Certificação de Garantia de Produtos Comerciais (CPA) do Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSB) do Reino Unido.
Para mais informação sobre o Portal de Common Criteria, visite: https://www.commoncriteriaportal.org/
Serviço
www.checkpoint.com/products/certifications

Certificação “Common Criteria”

Check Point

Gestão de Segurança e Gateway R80.30

Itai Greenberg

norma EAL4+

Perfil de Proteção

soluções de cibersegurança

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento