Destaque Tendências

Oracle intensifica direção para a nuvem

Com mudança de cultura, apoio à startups e parceiros, a companhia se reinventa para aumentar market share

Após dois anos ‘sob nova direção’ no Brasil, a Oracle se mantém na trilha de inovação. Para acompanhar todas as novidades e evoluções do mercado de TI a companhia apoia e se alia a empresas com o perfil de startups que agreguem valor ao seu negócio. Mais do que isso, estabelece uma nova cultura de inclusão, oportunidades e de diversidade.

Mais da metade da receita mundial da Oracle tem origem em soluções de cloud, sendo que os números do quarto trimestre do último ano fiscal apontam que a companhia faturou mais de US$ 11,1 bilhões, com crescimento de 14% do lucro líquido. Com ações para conquistar pequenas e médias empresas, o chamado SMB, a empresa registrou crescimento de 20% no FY 2019, com 900 novos clientes. O País acompanha a margem de crescimento global e representa mais de 50% do faturamento da companhia na América Latina.

Para que haja uma transformação autêntica e consistente são necessários três pilares. “Ambiente de inovação; conexão com universidades e, inclusão e oportunidades

Depois de cloud, a estratégia é voltar o foco para ERP. A Oracle reescreveu totalmente sua plataforma de software de gestão para soluções em cloud e, com isso, ganhou mercado mundial. “A parte de banco de dados, origem da empresa, com seu Autonomous tem 45% de mercado e também deve fazer a transição para cloud, usando inclusive a tecnologia de inteligência artificial”, conta Rodrigo Galvão, à frente da companhia no Brasil desde junho de 2017.

Transformação cultural
Na quarta-feira (10), a companhia anunciou o Oracle Autonomous Database Dedicated, mais um recurso do Autonomous. Ele promete consideráveis níveis de segurança, confiabilidade, controle e atende às necessidades de clientes que desejam migrar suas cargas de trabalho para a nuvem. No ritmo acelerado da evolução do setor de TIC, as empresas precisam se reinventar constantemente.

Hoje, o mundo vive um momento transformação cultural, mais do que digital e o grande desafio é exatamente estabelecer uma nova cultura de inclusão e de diversidade. Para que haja uma transformação autêntica e consistente são necessários três pilares. “Ambiente de inovação; conexão com universidades e, inclusão e oportunidades”, enumera Galvão. Para ele, a computação em nuvem veio para democratizar a tecnologia.

Para fomentar a ‘cultura do novo’ a companhia criou uma aceleradora presencial e virtual e espaço para discussão de temas diversos, onde surgiram grandes ideias e gerou o desenvolvimento de habilidades tecnológicas em cima da plataforma Oracle. A mudança, para que seja concreta e eficiente, tem que ocorrer de dentro para fora. Os resultados, de acordo com Galvão, foram percebidos pelos clientes no dia a dia. Os funcionários passaram a propor projetos para os clientes que mudam a vida das pessoas. “A inovação vai ocorrer no mundo por meio de pessoas”, destaca o executivo.

Olhar para fora
Era necessário colocar o pé para fora com essa visão. Há dois anos nascia o Oracle Cloud Startup Accelerator, no formato presencial e com número restrito de participantes. Foram mais de cinquenta aceleradas e diversos projetos construídos em conjunto. “Nossos clientes consumiram suas soluções e algumas aceleradas, inclusive, se tornaram fornecedoras Oracle”, destaca Galvão. Ele complementa dizendo que “hoje o programa também tem o modelo online, disponível para um universo ainda maior de empresas, que podem se beneficiar dos nossos serviços e conexões”.

Renovado, o programa Oracle for Startups, oferece créditos gratuitos na nuvem da Oracle. E, ainda, mentoria on-line e troca de experiência com grandes empresas e parceiros Oracle.

Os interessados podem efetuar inscrição on-line. Com início imediato, as startups têm acesso a um portal exclusivo com detalhes do programa, laboratórios de desenvolvimento práticos, possibilidade de ativar um time de migração tecnológica para trazer sua solução para Oracle Cloud e acesso ao time da aceleradora. “Oferecemos créditos em serviços Oracle Cloud e descontos de 70% por dois anos, após os créditos gratuitos terminarem”, detalha. Galvão adianta que será lançado um espaço de coworking, aberto ao ecossistema da companhia e convidados.

Parceiros
Como não poderia deixar de ser, o canal – distribuidores, revendas, integradores, ISVs – estão inseridos nessa visão de trabalho e atuação da Oracle.

Entre as iniciativas estão cursos de atualização, road shows e apoio em marketing e vendas. “Nosso canal é comprometido com a entrega e vamos ajudá-los a fazer receita com cloud”, finaliza Galvão.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos