Informe aqui

Empresa aposta em soluções financeiras para funcionários CLTs

Embora a tecnologia esteja presente na vida da maioria dos brasileiros, muitos ainda conduzem a rotina ao modo antigo. Pesquisa da TIC Domicílios aponta que 39% dos domicílios brasileiros não possuem acesso à internet, o que representa mais de 27 milhões de residências. Já a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), mostra que 23,9 milhões de pessoas não se conectaram na internet em 2016, porque não sabiam usar a ferramenta.

Esses dados mostram que os avanços da tecnologia não alteraram o dia a dia de boa parte dos brasileiros e, em razão disto, as fintechs – startups do setor bancário que trabalham para inovar e otimizar serviços do sistema financeiro – acabam não atingindo essa população – em especial, para o público tomador de crédito. No entanto, algumas empresas têm apostado em serviços que ajudam pessoas com pouco acesso às inovações.

A H3R, empresa brasileira que oferece soluções financeiras para CLTs, propõe ir contrário às novidades e tem como principal objetivo orientar trabalhadores que têm pouca familiaridade com a tecnologia a terem uma vida financeira equilibrada. Ela atua em parceria com empresas, oferecendo aos colaboradores consultoria, crédito consciente e produtivo, taxas personalizadas ao perfil do funcionário e educação financeira.

Profissionais endividados são menos produtivos
Pesquisa realizada pelo The Employer´s Guide to Financial Wellness, dos Estados Unidos, aponta que o endividamento dos profissionais diminui a produtividade em 15%. A H3R propõe solucionar um problema muito comum nas empresas: dívidas pessoais dos funcionários.

“A saúde financeira dos funcionários afeta diretamente os resultados de uma empresa e seu clima organizacional. Queremos atuar nesse mercado que nem as fintechs e os bancos tradicionais chegam, ajudando pessoas CLTs que muitas vezes não possuem recursos tecnológicos (como smartphones e acesso a internet)”, destaca Fernando Ferraz, sócio-fundador da H3R.

Não é banco, mas também não é fintech
De acordo com Ferraz, a H3R não se caixa entre as fintechs e nem junto aos bancos. “Nosso grande diferencial é que atuamos como o braço direito dos RHs das empresas, como consultores, ajudando a resolver os principais problemas financeiros dos trabalhadores com carteira assinada”, explica.

Fernando ressalta que milhões de brasileiros vivem da forma que se vivia nos anos 90, quando a internet ainda era uma novidade para todos. “O acesso à internet e ferramentas tecnológicas é desigual no Brasil. Nosso objetivo é ajudar esse público. Apesar de também oferecermos o aplicativo, damos mais valor ao modo antigo. Estamos próximos dos nossos clientes. Seja ele o RH ou o funcionário da empresa conveniada.”.

Serviço
www.h3r.com.br

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos