Tecnologia

Tecnologia é dirigida a pessoas com deficiência

Abc4vision é um curso de idiomas on-line com acesso por celular, PC e tablet, com funcionalidades específicas para baixa visão

Há novidades no mercado quando o assunto é o aprendizado de idiomas para pessoas com deficiências visual, cognitiva, auditiva e que atende também, a quem chegou à chamada terceira idade. Estamos falando do Abc4vision, um curso exclusivamente on-line, que pode ser acessado por celular, PC e tablet. Com o objetivo inicial de atender ao público no Brasil e, depois, expandir para outros países, o projeto surgiu após observações de alunos e suas dificuldades de aprendizagem.

Estatísticas demonstram que entre os tipos de deficiência, a visual é a mais representativa. De acordo com o Censo realizado pelo IBGE em 2010, a deficiência visual apresentou a maior ocorrência, afetando 18,6% da população brasileira. Em segundo lugar está a deficiência motora, ocorrendo em 7% da população, seguida da deficiência auditiva, em 5,10% e da deficiência mental ou intelectual, em 1,40%.

A partir de um investimento, estender gratuitamente para as escolas públicas e pessoas em vulnerabilidade social

Para atender a esse público, o curso tem como diferencial, funcionalidades específicas para baixa visão, como botões de mudança de cor para preto e branco e é possível aumentar ou diminuir as palavras. Conta com vídeos em Libras e em línguas de sinais internacionais; áudios, diálogos e esquemas diferentes e bem definidos para facilitar a aprendizagem. “Simples, o sistema conta também com áudios, diálogos e esquemas diferentes e bem definidos, legendados e falados, para facilitar a aprendizagem”, destaca Diego Mozzato, professor de italiano, empreendedor e idealizador do Abc4vision, que efetuou inúmeras pesquisas, inclusive para saber se já existia uma tecnologia social semelhante em outros países.

“A obra-prima do curso são as janelas de língua de sinais, pois de um lado o deficiente auditivo pode ver a Língua Brasileira de Sinais – Libras e, de outro, pode aprender a linguagem correspondente dos Estados Unidos ou da Itália”, comemora o professor. Ou seja, o aluno estará habilitado para entender e conversar com nativos de outros países.

O projeto
O desenvolvimento da metodologia de aprendizado e da plataforma levou dois anos para ser concluído e colocado no ar, sendo que o Abc4vision é hospedado na plataforma Hostgator e roda em todos os browsers e em diferentes equipamentos.

A metodologia é totalmente escalável e flexível, podendo ser aplicada em outros países e em qualquer idioma, não apenas para pessoas que são fluentes em Português. “A partir de agora, como uma startup social, estamos preparando os próximos passos para ampliar os módulos a outros níveis de Inglês e de Italiano, além de incorporar novos idiomas”, revela Mozzato.

Aproximadamente 15 alunos já utilizam o software on-line. Dá para baixar uma versão gratuita no próprio site e os interessados que contatarem o professor, recebem um código e o software completo na hora da compra.

Participaram do processo de criação profissionais que atuam com Inglês e Libras; para os testes finais e criação de materiais ajudaram a Associação de Deficientes Visuais e Amigos – Adeva e da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis.

“As pessoas com deficiência têm os mesmos direitos que as pessoas sem deficiência. No entanto, elas nem sempre conseguem clamar por seus direitos nas mesmas condições em que o fazem as pessoas sem deficiência, devido a desvantagens impostas pela restrição de funcionalidades e pela sociedade, que lhes impõem barreiras físicas, legais e de atitude”. Cartilha do Censo 2010 – Pessoas com deficiência.

“Meu objetivo é estender esse modelo a outros idiomas e outros níveis de aprendizado e, a partir de um investimento, estender gratuitamente para as escolas públicas e pessoas em vulnerabilidade social”, diz Mozzato.

Serviço
www.abc4vision.com.br

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório