Destaque Gestão

HPE defende que selo anticorrupção seja adotado por todo o setor público

A adoção do Certigov será ampliada para revendas e distribuidores da companhia que atuam também junto ao setor privado

Com parte dos negócios no Brasil operada de forma indireta, a Hewlett Packard Enterprise–HPE, vem intensificando ações no sentido de chegar ao nível máximo de concordância com as leis vigentes para licitações com o setor público. Para tanto, adotou em novembro de 2018, o selo anticorrupção Certigov, com o objetivo de estabelecer um padrão de conduta, reduzir fraudes e garantir que o processo seja adequado de ponta a ponta nas negociações.

Com o êxito alcançado até hoje, a iniciativa deverá, ainda em 2019, ser ampliada para revendas e distribuidores que atuam também junto ao setor privado. Hoje a companhia mantém contrato com 931 empresas, que respondem por 80% da receita da companhia. Especificamente que atuam junto ao governo são 120 canais, dos quais 59 receberam o selo Certigov, ou seja, estão devidamente preparados e certificados para atender a este segmento dentro da postura ética defendida pela HPE.

Especificamente que atuam junto ao governo são 120 canais, dos quais 59 receberam o selo Certigov

Esse grupo conta com cinco distribuidores já consolidados: Agis, Arrow, Ingram Micro, Scansource e Tech Data. “Temos mais um em processo de certificação”, revela Leonardo Rangel, diretor de Canais da HPE prometendo para breve a divulgação do nome do novo parceiro de negócios. Eles têm dois papéis: ser o licitante de um deal de governo e, o segundo, o de explicar e incentivar a certificação das revendas, inclusive por meio de webinars.

O parceiro de governo que não possui o selo, não consegue registrar oportunidades junto à HPE e não recebe apoio técnico. A companhia descredenciou duas revendas que não estavam aderentes à política anticorrupção proposta. Por outro lado, novos canais podem se habilitar. O diretor de canais conta que olha todas as regiões do País para identificar a necessidade de credenciar novas revendas que atuem junto aos setores privado e público.

Diferencial efetivo
Em termos de faturamento, a vertical Governo – que responde por 45% do resultado – vem apresentando porcentagens variadas em relação à receita total. “Em 2019 o índice está um pouco mais baixo e isso se deve ao fato do Governo estar segurando investimentos”, avalia Rangel. Mas sua expectativa é que a economia destrave e que o Brasil cresça em todos os segmentos.

Rangel conta que a HPE trabalha hoje no sentido de fomentar os órgãos de governo para que coloquem como pré-requisito o Certigov. “Acredito que o selo pode se tornar um diferencial efetivo, na medida em que seja adotado pelo setor público”.

A HPE informa que, segundo a consultoria Paseli, já existe interesse de órgãos governamentais em incluir a certificação como recomendação nos editais. E também que, recentemente, a exigência foi incluída em um edital para contratação de infraestrutura pela Câmara Legislativa. Outras companhias do segmento de tecnologia estão negociando a adoção do Certigov para os seus canais.

O início do Certigov na HPE
Essa busca por boas práticas começou com um programa interno sobre relações éticas com o governo, que estabeleceu critérios, parâmetros e modelos para posturas e ações anticorrupção, além de total conformidade com as leis e normas de conduta. A ideia, contudo, era ter uma empresa terceirizada para revelar total imparcialidade da companhia no processo. Diante desses quesitos encontrou a Paseli, consultoria que auxilia e acompanha todo o processo de certificação de canais, tornando-o mais completo.

O programa entrou em vigor em 1º de novembro de 2018 com a proposta de, em seis meses, capacitar 25 canais. A iniciativa rapidamente atraiu a atenção e o interesse de vários parceiros; cresceu e passou a incluir os canais da Aruba e de todas as unidades de negócios da HPE.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório