Destaque Tendências

Mobilidade no trabalho pode gerar problemas de segurança para PMEs

Alerta para pequenas e médias empresas: nova pesquisa da fornecedora de soluções de segurança constata que, quando o assunto é trabalho remoto, apenas 15% dos empregadores no Brasil estão preocupados com segurança e TI

A Avast, empresa global em produtos de segurança digital, anuncia os resultados de uma pesquisa sobre trabalho remoto. A pesquisa descobriu que novas práticas de flexibilidade no trabalho podem gerar risco de segurança às pequenas empresas, com 13% dos funcionários brasileiros afirmando que são mais produtivos quando trabalham em espaços públicos como um café ou uma livraria. No entanto, apenas 15% dos empregadores no Brasil estão preocupados com as implicações de segurança que isso possa trazer. Pequenas e médias empresas (PMEs), portanto, enfrentam o desafio de manter seus negócios seguros, quando têm que aderir às necessidades e expectativas de uma equipe de trabalho moderna.

Uma novidade comum

O estudo revela as tendências e expectativas em torno do trabalho remoto, com 43% dos brasileiros preferindo ter um corte no pagamento ao invés de ficar restrito a um escritório. Outros três em cada cinco (32%) escolheriam a flexibilidade do trabalho em casa sobre o aumento salarial, mesmo que recebessem um incremento de 25%. Com as empresas imersas em uma batalha pelos melhores talentos, ser capaz de atrair pessoas com essa capacidade de oferecer práticas modernas de trabalho torna-se vital. No entanto, seis em cada dez funcionários brasileiros (58%) disseram não receber suporte tecnológico ou conhecimento necessário quando trabalham em casa ou em locais públicos, o que torna a segurança um problema cada vez maior para as pequenas empresas que oferecem essa flexibilidade para trabalhar.

“O local de trabalho das 8h às 17h é coisa do passado. Hoje, os funcionários que estão entrando no mercado exigem maior flexibilidade com horas, espaço e benefícios personalizados”, diz Kevin Chapman, vice-presidente sênior e gerente geral da Avast Business. “Em alguns casos, apesar de comprovado o intuito de aumentar a satisfação dos funcionários e até mesmo a produtividade, há problemas reais de segurança que precisam ser resolvidos. As empresas precisam se posicionar para fornecer ferramentas que não apenas permitam flexibilidade no trabalho, mas realizá-lo de forma segura. Também é importante não esquecer os funcionários que preferem permanecer em um ambiente corporativo tradicional. Um equilíbrio deve ser atingido, para possibilitar que todos os funcionários trabalhem de uma maneira mais benéfica para eles”.

Benefícios do trabalho remoto

A vantagem do trabalho remoto não se trata apenas de atrair os melhores funcionários para as PMEs, pois este tipo de iniciativa parece ter outros benefícios. Quando os funcionários de pequenas empresas no Brasil foram questionados sobre os benefícios de poder trabalhar remotamente, mais de um terço (38%) disseram que esse modelo os deixavam mais felizes e 43% afirmaram que isso faz com que se sintam entusiasmados com seu trabalho. A pesquisa descobriu ainda que não é apenas a satisfação dos funcionários que aumenta, mas a flexibilidade no trabalho pode ter um impacto positivo na qualidade da atividade e na produtividade; 40% dos funcionários afirmaram ser mais produtivos quando trabalham em casa. Na comparação, quatro em cada cinco (40%) também se sentem mais produtivos no escritório.

As pequenas empresas, que buscam adaptar novas práticas no trabalho, precisam enfrentar os desafios levantados neste relatório. Caso os  funcionários acessem dados sigilosos ou façam login em contas corporativas por meio de Wi-Fi não seguro, isso colocará a empresa em risco de um ataque cibernético.

No primeiro trimestre de 2019, a Avast Business entrevistou 555 brasileiros que trabalham por conta própria ou trabalham
em período integral 

Há ainda o risco de violação de dados, caso um funcionário salve informações sigilosas no desktop e o computador seja roubado, especialmente se as senhas não forem exclusivas e complexas. Os proprietários de pequenas empresas precisam fornecer medidas de segurança para os funcionários que trabalham remoto, como soluções de Rede Privada Virtual (VPN) para uso em conexões Wi-Fi e software anti-malware ponta a ponta para todos aqueles que trazem seu próprio dispositivo. Isto, combinado com a garantia de que estão educando seus funcionários com relação ao seu papel relevante no desempenho da segurança do negócio.

No primeiro trimestre de 2019, a Avast Business entrevistou 555 brasileiros que trabalham por conta própria ou trabalham
em período integral.

Com mais de 400 milhões de usuários online, a Avast oferece produtos com as marcas Avast e AVG, que protegem as pessoas de ameaças na internet e no emergente cenário de ameaças de IoT. A rede de detecção de ameaças da empresa está entre as mais avançadas do mundo, usando tecnologias de aprendizado de máquina e de inteligência artificial para detectar e deter ameaças em tempo real. Os produtos de segurança digital da Avast para Mobile, PC ou Mac têm conceito superior e são certificados por VB100, AV-Comparatives,
AV-Test, OPSWAT, ICSA Labs, West Coast Labs e outros.

serviço
www.avast.com/pt-br

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório