book_icon

A evolução dos centros de distribuição na era da digitalização

Painel da Convenção ABAD destaca o conceito Intralogística Conectada como fundamental na otimização de processos para atacadistas e distribuidores
A evolução dos centros de distribuição na era da digitalização

“Acontecendo de forma bem acelerada, a evolução das empresas em direção a um mundo mais digital se torna inevitável”. Com esta afirmação de Eduardo Terra — sócio-diretor da BTR Educação e Consultoria e presidente da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo) —, iniciou-se o painel “A Transformação Digital do Atacado Distribuidor”, que aconteceu na 39ª Convenção Anual do Canal Indireto (Convenção ABAD 2019), em Atibaia, interior de São Paulo.

O painel destacou o panorama das transformações que o setor deverá encarar no futuro — com temáticas como padronização, gestão, coleta e uso de dados, automação e a visão sobre novos canais de compra (marketplace e e-commerce) — e teve também a participação de Ana Paula Maniero, gerente de Engajamento Setorial da GS1 Brasil; Márcio Cruz Lopes, diretor de Desenvolvimento de Negócios do Grupo Kion Dematic; Kai Philipp Schoppen, presidente da Infracommerce; e o vice-presidente da ABAD, Leonardo Severini, como anfitrião.

Em sua participação, Márcio Cruz Lopes destacou que, na evolução da informação digital, a automação é fundamental na otimização de processos para atacadistas e distribuidores de produtos industrializados: “A atuação das empresas está interligada à comunicação e também nas entregas rápidas e sem erro. As empresas que não investirem no futuro da logística estarão atrasadas em relação à velocidade de toda essa transformação. Por isso o funcionamento da movimentação de material nos armazéns e em todo o processo de logística possui um papel fundamental, pois se torna eminente a eficiência operacional das companhias desde o pedido até a entrega, no horário e local corretos. Isso é essencial no desenvolvimento empresarial”.

Durante o painel, o diretor do Grupo Kion apresentou um case de uma multinacional varejista do Reino Unido com mais de 3.400 lojas, cujo CD Erith é o maior centro distribuidor no canal de comércio eletrônico do grupo: “Eles possuem um elevado nível de automação por meio da verticalização do estoque; processo de preparação de pedidos por meio de zonas de separação; estações de separação de produto ao homem, alinhados ao modelo de negócio. Por meio de uma plataforma digital e um centro de distribuição automatizado e conectado a esta plataforma, é possível realizar a preparação de pedidos em menos tempo, com melhor qualidade e maior eficiência”.

Segundo Lopes, a tendência da Logística de Distribuição no gerenciamento de estoque gera redução na quantidade de produtos armazenados, um abastecimento necessário e mais tempo para ser dedicado ao atendimento e pedidos no canal digital. “Para essa evolução, é importante um micro-fulfillment com softwares analíticos, inteligência artificial e automação em pequenos centros de distribuição urbanos. As lojas devem atuar como centros de distribuição, unificando operações físicas e digitais, otimizando melhor seus espaços e reduzindo custos de entregas. Lembrando que a utilização de veículos autônomos nas entregas é uma forma de reduzir custos”.

Ele informou que o Grupo Kion — com as marcas Linde, Still e Dematic — e a Águia Sistemas estão alinhados com a evolução tecnológica e criam uma sinergia única, cobrindo todas as necessidades de Intralogística Conectada. “Essa transformação digital direciona as empresas para a utilização da tecnologia na busca por processos mais acertivos e lucrativos. Ela muda o conceito de gestão, onde o uso da tecnologia é um elemento gerador de vantagem competitiva”.

Além da participação de Lopes no painel, a Intralogística Conectada expôs uma maquete de um centro de distribuição explorando a conectividade entre as marcas do grupo. Segundo Kareen Ratton gerente de Comunicação do Grupo Kion a demanda pela automação está crescendo no setor atacadista, pois é um investimento compensador, por isso o conceito de Intralogística Conectada está trazendo toda evolução digital e as últimas tendências em tecnologia para o segmento.

A  Still oferece soluções customizadas para a intralogística mundialmente, implementando o gerenciamento inteligente de equipamentos de movimentação e armazenagem, softwares e serviços. Aquilo que o fundador da empresa, Hans Still, iniciou em 1920 com muita criatividade e espírito empreendedor, rapidamente tornou-se uma marca forte e renomada globalmente. Atualmente, mais de 8.000 funcionários qualificados trabalham diariamente no desenvolvimento, produção, vendas e serviços para atender às necessidades de clientes no mundo todo.

Empresa global na fabricação de empilhadeiras e equipamentos de armazenagem, a Linde Material Handling GmbH é uma empresa do Grupo Kion provedora de soluções e serviços para intralogística. A rede de vendas e serviços da marca abrange mais de 100 países e está presente em todas as principais regiões do mundo. Em 2018, a Unidade Operacional Linde MH EMEA (Europa, Oriente Médio, África) registrou uma receita financeira total de aproximadamente 3,3 bilhões de euros, com cerca de 11.600 funcionários. As vendas globais de equipamentos da Linde somaram mais de 135 mil em 2018.

A Dematic, empresa de tecnologia automatizada integrada, software e serviços para otimizar a cadeia logística. Emprega quase 7.000 profissionais de logística para atender a seus clientes globalmente, com centros de engenharia e fábricas localizadas em todo o mundo. É uma das marcas sob o Grupo Kion e implementou mais de 6.000 sistemas integrados em pequenas, médias e grandes empresas, que fazem negócios com diversos setores do mercado. No Brasil há mais de 40 anos, a Dematic South America atende os clientes locais com três unidades: São Bernardo do Campo/SP (vendas e pós-vendas), Indaiatuba/SP (engenharia e gerenciamento de projeto) e Americana/SP (unidade de montagem).

As marcas Linde, Still e Dematic pertencem ao Grupo Kion, empresa mundial em empilhadeiras, serviços correlatos e soluções para cadeia logística. É a maior fabricante de empilhadeiras na Europa, o segundo maior produtor de empilhadeiras em todo o mundo e um dos principais fornecedores de automação em armazém.

A Águia Sistemas é uma indústria metalúrgica 100% nacional que iniciou suas atividades em 1973. Integrante da holding Águia Participações com outras duas empresas — a Águia Florestal e a Smart Sistemas Construtivos —, fornece soluções customizadas para os segmentos de logística, movimentação e armazenagem de materiais, com amplo mix de produtos, tecnologias e serviços no Brasil e na América Latina.

 

39ª Convenção Anual do Canal Indireto (Convenção ABAD 2019)

A Transformação Digital do Atacado Distribuidor

Atibaia

centros de distribuição

Convenção ABAD

era da digitalização

Intralogística Conectada

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento