book_icon

Gryfo oferece solução de IA aplicada ao reconhecimento facial

O reconhecimento humano via IA chega para resolver problemas como falta de fiscalização humana, fraudes, erros na tomada de decisão e ataques a sistemas e redes (engenharia social)
Gryfo oferece solução de IA aplicada ao reconhecimento facial

Reduzir o desperdício de recursos e processos que envolvem pessoas é uma das maiores preocupações de empresas dos mais variados segmentos. O que muita gente não sabe é que a Inteligência Artificial (IA), aliada ao avanço das soluções de reconhecimento facial, pode resolver essas ‘dores’ completamente. A Gryfo, startup brasileira, oferece ao mercado uma plataforma completa e customizável que combina tecnologias para tornar os processos muito mais seguros, com uma precisão que atinge 99,8% em situações reais de uso.

Isso é possível com a utilização de um sistema que utiliza câmeras para inúmeras atividades e, assim, pode não somente ‘ver’, mas de fato ‘enxergar’, aprendendo e aperfeiçoando processos a cada ciclo e diminuindo o enviesamento humano. Dessa forma, a tomada de decisão nos negócios se torna mais assertiva e eficiente.

Isso é possível com a utilização de um sistema que utiliza câmeras para inúmeras atividades e, assim, pode não somente ‘ver’, mas de fato ‘enxergar’, aprendendo e aperfeiçoando processos a cada ciclo e diminuindo o enviesamento humano 

Sediada em São Carlos (SP), reconhecida como a capital da tecnologia do Brasil, a Gryfo já recebeu mais de R$ 800 mil em investimentos e atualmente desenvolve projetos personalizados a partir de um aprimoramento constante das habilidades de sua IA. Esse é um dos principais diferenciais da empresa, extraindo o máximo das capacidades da Inteligência Artificial, e não apenas a partir de um processo simples de Visão Computacional.

Assim, a plataforma da Gryfo permite combinar inúmeras funcionalidades: rastreamento de pessoas, veículos e objetos, busca em vídeo por características visuais, reconhecimento de emoções por conhecimento facial, contagem de pessoas, mapa de calor e alerta inteligente a partir de determinada situação, como uma pessoa de capacete dentro do local, por exemplo.

Segundo Victor Gomes, CEO da Gryfo, outro diferencial da ferramenta é a adequação a necessidades específicas de cada cliente e a proximidade, o que possibilita uma abrangência maior no atendimento. “Oferecemos um sistema aberto, uma plataforma onde diversos pontos da IA podem ser customizados, combinando as habilidades e ajustando a aplicação. Como somos uma startup brasileira, acabamos ganhando pela proximidade e reconhecimento do mercado local”, analisa.

Um caso de sucesso em números

Ao otimizar um único processo de controle de acesso para uma empresa de segurança e transporte de valores, a Gryfo proporcionou uma economia de R$ 1,3 mi ao ano, além de reduzir o desperdício de tempo em 64%. Esses resultados permitiram que a empresa alocasse o dinheiro em outras prioridades, tornando seu atendimento mais dinâmico e liberando tempo produtivo para a equipe.

“Esse é apenas um exemplo de como a plataforma pode gerar benefícios não apenas técnicos, mas financeiros, resultado de um aprendizado contínuo da própria ferramenta. Dessa forma, o cliente pode aprimorar seus serviços e alavancar as ofertas de negócios”, finaliza o executivo.

Inteligência Artificial

Reconhecimento Facial

São Carlos (SP)

Startup brasileira Gryfo

Victor Gomes

Comentários

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento