Canal de Distribuição

Xerox quer impulsionar vendas no SMB

Para ocupar a liderança em todo o mercado, a companhia promete ser mais ágil, veloz e investir em inovação

Para acompanhar todas as exigências que as novas tecnologias, a exemplo de Internet das Coisas, vêm impondo, a Xerox está empenhada em desenvolver soluções e, também, fará aquisições no sentido de complementar o portfólio, tido como de excelência tecnológica conquistada ao longo dos anos de sua existência. Foi o que afirmou Ricardo Karbage, presidente da companhia no Brasil, durante o Encontro Nacional de Canais, realizado ontem (9), em São Paulo.

Com cerca de 60% de suas vendas efetivadas de forma indireta e a meta de, em três anos, melhorar os negócios, Karbage reforçou o chamado para que os parceiros se aproximem mais da empresa e, juntos, atuem no sentido de superar os desafios que se despontam. As perspectivas de vendas apresentadas no evento são animadoras para as revendas. Em cifra, são US$ 23 bilhões para o que a companhia chama de novo mercado, composto por embalagem digital (US$ 5), 3D (US$ 8), sensores e serviços IoT (US$ 8), e US$ 2 bilhões para assistentes workflow AI. Já em serviços digitais e software o montante é de US$ 31 bilhões, e no chamado mercado tradicional de equipamentos a cifra bate nos US$ 67 bilhões, sendo que A3 responde por 6%; serviços gerenciados, 3%; A4 por 2% e high end, produção, flat (color 2% e mono 12%).

Para agilizar a aproximação junto à companhia e automatizar as ofertas no seu cliente, a Xerox disponibiliza para os parceiros de vendas, ferramenta de transações online, portais e o marketplace iniciado já em 2018. Tudo para viabilizar novas conquistas.

Inovação e agilidade
Novo portfólio por indústria foi apresentado e, de acordo com Karbage, calcado em software e com a proposta de aumentar a participação nas pequenas e médias empresas (SMB), hoje muito pequena. Nesse segmento, com potencial de US$ 20 bilhões em produtos, serviços e tecnologia de documentos, a companhia terá atuação totalmente indireta.

Diante de uma indústria que está em evolução é exigido do canal adaptação aos novos tempos digitais. Para tanto, alguns parceiros da empresa já oferecem aos clientes recursos da Xerox para produção, marketing, serviços gerenciados e especialização em verticais. “Ir além da caixa e oferecer maior valor” é uma das propostas para o canal.

São cinco pontos estratégicos que a gigante de multifuncionais tem como base para conquistar mercado nos próximos três anos: ações para incrementar o core; expandir a oferta de serviços e software; capitalizar oportunidades no SMB; transformar a experiência digital do cliente e promover a inovação e novos negócios.

No quesito inovar, chama a atenção o segmento de embalagens. O consumidor poderá obter informações sobre um creme hidratante, por exemplo, somente ao tocar sua caixa Em impressora 3D, o avanço se dá no material usado: metal; hoje o mais comum é o uso de plástico ou resina.

O presidente da Xerox Brasil resume: a companhia ruma para a transformação digital e busca se posicionar como nova liderança; mais ágil e veloz; simplificando processos e investindo em inovações. “Convido todo nosso canal para estar junto nessa jornada”, conclui Karbage.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório