book_icon

Cinco dicas para usar BI na impulsão do setor calçadista

Dados de mercado do setor calçadista apontaram queda de mais de 8% do faturamento das empresas em 2018, na comparação com os resultados de 2017. Além disso, o ticket médio do ano passado apresentou tímida retração
Cinco dicas para usar BI na impulsão do setor calçadista

Para auxiliar as organizações calçadistas, uma das alternativas é apostar na tecnologia, tendo como pano de fundo o Business Intelligence – BI, com vistas a otimizar custos e promover aumento de lucro por meio da inteligência de dados.

A análise é de Douglas Scheibler, CEO da BIMachine, empresa fabricante de soluções de BI.

“Com a utilização deste tipo de ferramenta, é possível promover o incremento das operações e fomentar a competitividade para atravessar o cenário difícil – que, aos poucos, já vai dando sinais de melhora, na entrada de 2019”, afirma o executivo.

É possível aplicar o software à análise e gestão de dados de áreas como vendas, compras, estoque, cliente, posicionamento e mercado, entre outras 

Para ilustrar como utilizar a inteligência de dados da melhor forma para recuperar o fôlego do setor calçadista, o especialista lista algumas recomendações.

1. O BI auxilia na coleta, integração e análise de dados, o que facilita e muito a tarefa de criar ações bem embasadas de atração e fidelização de clientes, resultando na expansão de mercados.

2. BI ajuda, ainda, na distribuição e gestão destes dados, aumentando os insights e o poder de ação e decisão de vários usuários e departamentos.

3. Este tipo de sistema também agrega assertividade e rapidez às tomadas de decisão, principalmente nos modelos de Self-Service BI, que permitem a entregar na mão do usuário de negócio de cada área a capacidade de criar visões e painéis, de acordo com suas necessidades, rotinas, experiências e conhecimento específicos.

4. Trata-se de uma solução tecnológica que se adapta à realidade da empresa usuária, seja no setor calçadista ou em outros segmentos de mercado.
Versátil, é competitividade para qualquer segmento

5. Este tipo de solução possibilita, ainda, a obtenção de respostas instantâneas, a partir do cruzamento de dados, para realizar diversos tipos de segmentação – por localização geográfica, por categoria de produtos entre muitas outras.

“Isso permite um melhor entendimento do target, produtos, operações, serviços, processos, e torna ágil a tomada de decisões, a partir da mudança de cenários e visões”, explica Scheibler.

No que tange especificamente ao setor calçadista, o CEO afirma que o BI permite atender tanto a indústrias, quanto varejo, e, nesta linha, matrizes, franqueadores, franqueados, lojistas de rua e de shopping centers, quiosques e quaisquer outros modelos de venda.

“É possível aplicar o software à análise e gestão de dados de áreas como vendas, compras, estoque, cliente, posicionamento e mercado, entre outras”, comenta.

No caso de grandes varejistas, outra opção trazida por esta tecnologia é inclusão de aplicativos com inteligência em gestão analítica, gerando uma competição saudável entre os franqueados, por meio de um painel de indicadores consolidados da rede calçadista, que fornece informações de mercado e dados estratégicos.

Além disso, o BI confere melhoria no tempo de execução de tarefas relacionadas a informações, liberando equipes de liderança para dedicarem-se a funções de gestão. A ferramenta também possibilita as tomadas de decisão baseadas em dados reais de mercado, o que é fundamental para definir estratégias e ações que expandem a atuação das empresas usuárias.

“O BI pode auxiliar empresas de todos os portes, do segmento calçadista e de outros, a realizar avaliações de equipe mais assertivas, com dados que geram motivação e engajamento dos colaboradores, por meio do desafio à melhoria, o que promove, ainda, a retenção de talentos e assertividade na gestão de estoques”, ressalta Scheibler. “Toda essa otimização de processos gera melhores resultados e incremento de receita”, finaliza.

BI

BIMachine

Business Intelligence

Douglas Scheibler

setor calçadista

target

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento