book_icon

Apostar em sistemas de integração na logística faz toda diferença no marketplace

Não é novidade que o varejo digital é um mercado que está em constante expansão e cheio de oportunidades. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico  – ABComm, estima que o faturamento das vendas no e-commerce chegue a R$ 79,9 bilhões em 2019, um crescimento de 16% se comparado com o ano de 2018. E para surfar nessa onda, muitos empreendedores optam por investir em marketplaces.

Hoje os marketplaces têm um papel fundamental e importante para os empreendedores. Esse canal permite uma maior visibilidade para os produtos do lojista, devido ao alto número de tráfego que estas plataformas recebem. Outra vantagem é o baixo investimento, ou seja, só paga uma comissão ao marketplace sobre o que conseguir vender. Além disso, há a possibilidade de alcançar um mercado, que talvez sozinho, o lojista não conseguiria ter atuação somente com um e-commerce próprio.

Atualmente existem no mercado plataformas de integração que proporcionam diversas ferramentas para os marketplaces. Um dos benefícios é permitir que o seller integre o seu negócio a diversos canais de vendas e gerencie tudo em uma única plataforma – vendas, emissão de notas fiscais, logística, controle de estoque, entre outros.

Quando falamos sobre a logística dos e-commerces, ter um sistema de gestão integrado à operação é extremamente importante, pois além de deixa-lo mais lucrativo, reduz o custo de envio nesse procedimento. Além disso, o lojista consegue gerir tudo em uma única plataforma, desde a emissão da etiqueta de transporte até o rastreio da mercadoria. Ter um controle rígido de estoque para evitar perdas de vendas por falta de produtos ou gastos desnecessários com produtos com pouca saída, também é fundamental para que seu negócio dê certo.

Os processos de picking – separação e preparação de pedidos e packing – empacotamento, acomodação dos produtos e embalagem, por exemplo, são essenciais para o sucesso logístico do varejo digital. Ganhar mais agilidade na embalagem e ainda garantir que o produto irá chegar ao cliente, são fatores importantes que todo lojista deve prestar atenção para não ter dor de cabeça. Todos esses pontos mencionados ajudam a manter o cliente informado de todo o processo, o que é fundamental para transmitir segurança na entrega.

Por fim, acredito que apostar em um e-commerce próprio ou em marketplace são iniciativas que vão trazer algo de positivo para seu empreendimento, principalmente quando falamos sobre visibilidade da marca. Não se esqueça de pesquisar e apostar nas ferramentas de integração, que farão total diferença na gestão da sua loja.

Por Sidney Zynger, Diretor de Marketing do Bling

 

 

 

 

ABComm

Associação Brasileira de Comércio Eletrônico

e-commerce

marketplaces

seller

varejo digital

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento