Gestão

Desafios na integração atrapalham transformação digital

Maioria das organizações planeja fazer transformação digital mas 84% das empresas são impedidas por desafios na integração e 91% das organizações acreditam que a receita terá impacto negativo se suas iniciativas de transformação digital não forem concluídas com êxito

A MuleSoft, fornecedora da principal plataforma para a criação de redes de aplicativos, anunciou hoje as conclusões do Relatório de Benchmarks de Conectividade – Connectivity Benchmark Report  de 2019 sobre a situação da TI. Com base em uma pesquisa global com líderes de tecnologia, o relatório revela que, enquanto 97% das organizações estão hoje realizando ou planejando realizar iniciativas de transformação digital, os desafios da integração estão dificultando os esforços de 84% delas. Quase metade dos entrevistados – 43%-  relatou que mais de 1.000 aplicativos estão sendo usados por todas as suas empresas, mas apenas 29% deles estão integrados entre si, deixando valiosos dados presos em silos.

A pesquisa com 650 entrevistados dos EUA, Reino Unido, Alemanha, Holanda, Austrália, Cingapura e China, também revela que a TI luta para acompanhar as demandas dos negócios. tendo em vista que 64% dos entrevistados disseram que não conseguiram entregar todos os projetos no ano passado. Além disso, espera-se que os volumes de projetos cresçam, com os entrevistados prevendo, em média, um aumento de 32% neste ano. Se as iniciativas de transformação digital não forem concluídas com êxito, 90% das organizações acreditam que as receitas da empresa serão impactadas negativamente.

As APIs reutilizáveis servem como elementos de base da rede de aplicativos, permitindo a criação de novos modelos de negócios e simplificando a expansão de um ecossistema de parceiros conectados 

Entre os principais resultados da pesquisa estão:
A lacuna na entrega de TI está aumentando à medida que novas tecnologias entram em cena
O papel da TI está mudando, passando de uma função tática para catalisadora de negócios. No entanto, a crescente necessidade de suporte de TI das empresas se reflete no número crescente de projetos que a TI precisa fornecer.

Além disso, com investimentos cada vez maiores em novas tecnologias, as organizações estão vendo os desafios da integração atrapalharem as iniciativas de transformação digital.

● 84% dos entrevistados afirmam que os desafios de integração estão dificultando o progresso da transformação digital. Em especial, os silos de dados criaram desafios de negócios para 83% dos entrevistados;

● A infraestrutura e os sistemas legados foram os desafios mais citados para a transformação digital. Além disso, 59% dos líderes de TI dizem que sua infraestrutura legada dificulta a introdução de novas tecnologias, como inteligência artificial – AI, big data e internet das coisas – IoT;

● A maior parte – 69% –  do tempo da TI permanece dedicada ao dia a dia, ao invés da inovação. Além disso, 77% dos entrevistados viram um aumento de menos de 10% no orçamento deste ano. De fato, quase um terço – 31%  deles relataram que os orçamentos permaneceram estáveis ou até diminuíram.

O novo papel da TI como catalisadora de negócios
A expansão da função da TI é impulsionada por uma maior necessidade de suporte nas linhas de negócios. À medida que as empresas correm para se transformar digitalmente, o que antes era uma necessidade específica de TI para integração agora se expandiu para as unidades de negócios em toda a organização.

● 92% dos entrevistados dizem que as necessidades de integração de sua empresa vão além da TI para abranger uma ampla variedade de funções, como analistas de negócios – 49%, cientistas de dados – 42%, recursos humanos – 37% e marketing – 36%;

● Os líderes de TI e de negócios estão mais alinhados do que nunca: o número dos entrevistados que identificaram o não-alinhamento entre negócios e TI como um grande desafio caiu de 43% no ano passado para 29% este ano;

● O alinhamento entre a TI e os negócios vai até o compartilhamento dos principais indicadores de desempenho KPI. Mais de três quartos – 77%  dos entrevistados que hoje realizam ou planejam realizar iniciativas de transformação digital, citam o aumento da eficiência dos negócios como meta neste ano, e 71% citam a melhoria da experiência do cliente como meta.

Preparando-se para um futuro de uma API por vez
Para que a TI se torne uma habilitadora de negócios, as organizações estão recorrendo cada vez mais a estratégias de API para dar suporte à reutilização e ao autoatendimento. Ao criar ativos reutilizáveis, a TI permite que a empresa aumente a velocidade e a capacidade geral de entrega.

● 91% dos entrevistados de organizações que possuem APIs públicas e/ou privadas estão tendo resultados significativos de negócios, como maior produtividade – 53%, redução de custos operacionais – 33% e aumento de receita – 29%. Para 36%, as APIs geram mais de 25% da receita da organização;

● Os pesquisados que gerenciam suas APIs como produtos têm uma probabilidade maior do que seus colegas proprietários de APIs de mostrar um aumento de inovação – 49% contra 40%  e maior agilidade entre as equipes para atender a TI – 58% contra 46%;

● Os participantes que sempre reutilizam ativos de software ao desenvolver novos projetos são mais propensos do que seus pares proprietários de APIs a mostrar aumento de produtividade – 63% contra 53%-  e crescimento da receita – 41% contra 29%.

“As empresas hoje estão competindo em velocidade e agilidade enquanto correm para atender às expectativas dos clientes. Como resultado, todas as organizações estão passando por uma transformação digital para oferecer uma experiência de cliente completamente conectada. Isso colocou a integração no centro das atenções como uma alta prioridade empresarial”, disse Greg Schott, CEO da MuleSoft. “Com o cenário de TI se tornando cada vez mais complexo, as organizações podem construir suas redes de aplicativos ao ritmo de uma API por vez, oferecendo às empresas uma base ágil para o sucesso na era digital”

“À medida que as organizações de todos os setores fazem a transformação digital dos seus modelos de negócios, a capacidade de conectar e reutilizar ativos de tecnologia se torna crítica”, disse Steve Stone, consultor de tecnologia e ex-CIO de diversas empresas da Fortune 500, como Lowe’s e L Brands. “As APIs reutilizáveis servem como elementos de base da rede de aplicativos, permitindo a criação de novos modelos de negócios e simplificando a expansão de um ecossistema de parceiros conectados. O Relatório de Benchmarks de Conectividade da MuleSoft demonstra a importância de adotar uma estratégia abrangente de APIs para gerar os resultados desejados dos negócios”.

Para saber mais sobre como as organizações estão promovendo a transformação digital, baixe o MuleSoft 2019 Connectivity Benchmark Report completo – em inglês.

A missão da MuleSoft é ajudar as organizações a mudar e inovar mais rapidamente, facilitando a conexão dos aplicativos, dados e dispositivos do mundo. Com sua abordagem de conectividade liderada por APIs, a Anypoint Platform, empresa  da MuleSoft, capacita mais de 1.600 organizações em aproximadamente 60 países a criar redes de aplicativos. Ao desbloquear dados em toda a empresa com redes de aplicativos, as organizações podem facilmente entregar novos canais de receita, aumentar a eficiência operacional e criar experiências diferenciadas para os clientes.

Serviço:

www.mulesoft.com.

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório