book_icon

Canon leva jato de tinta para PMEs

A fabricante anunciou hoje, para todo mercado latino-americano a partir do Brasil, que a linha WG 7200 chegará em julho e, também, apresentou o novo CEO, Masaharu Choki
Canon leva jato de tinta para PMEs

Para oferecer uma solução simples, mas com qualidade para o segmento corporativo composto por empresas com até 500 funcionários, a Canon lançou hoje para todo o mercado latino-americano, a partir do Brasil, a série de impressoras multifuncionais coloridas a jato de tinta, WG 7200. A linha está calcada em quatro pilares: velocidade, que responde à produtividade; qualidade; conforto que atende à facilidade de uso e instalação rápida; e manutenção – simples e com logística mais leve. Lançados no Japão em dezembro de 2018, os equipamentos estarão no mercado brasileiro em julho próximo.

O modelo WG 7140, com duas velocidades (de 40 e de 70 ppm) e 300 dpi foi pensado para atividades rotineiras, do dia a dia, que representam 90% do volume de impressão de uma empresa. E, também com 600 dpi, com mais qualidade gráfica. Já o WG 7150, com opções de 50 e de 80 ppm, sobe os níveis de velocidade e de todos os recursos disponíveis.

Fabiano Peres, gerente de revendas da Canon no Brasil, observa que a tecnologia a jato de tinta não é novidade, mas uma tendência para o mercado corporativo. “Trata-se de um equipamento mais simples que o laser, com baixa manutenção e maiores disponibilidade e produtividade”. Ele diz, ainda, que o lançamento tem foco para PMEs, mas atende também a outras demandas, com uma gama de possibilidades.

O WG 7200 é compatível com gestão e controle de uso. “Consegue dividir custos por departamento e oferece maior agilidade para reparos, podendo ser gerenciado via software”, explica Peres.

Entre os benefícios de uma jato de tinta para o corporativo, além da manutenção, estão o baixo consumo de energia e possibilidade de troca de componentes pelo próprio usuário, que será guiado pela máquina. O executivo promete que o irritante “atolamento”, que acontece sempre no momento de maior pressa, será eliminado com a simplificação do percurso do papel.

Com vendas direta e indireta – via rede de assistência técnica – a Canon vai treinar via online, comercial e tecnicamente, seu canal. A venda por meio de distribuidores como Golden e Ingram Micro será avaliada pela fabricante, conforme o desempenho das autorizadas e necessidade do mercado.

A companhia comunicou, na ocasião, que Masaharu Choki, assume a filial Brasil como presidente e CEO. Porém, ele não falou com a imprensa. Em discurso, declarou que seu objetivo é exceder a expectativa do cliente com inovação e qualidade.

Em 2018 o crescimento da empresa no Brasil foi de 9% sobre 2017 e, para 2019 as metas são mais arrojadas, com a expectativa de explorar mais o mercado local, mantendo o foco no cliente e conhecendo suas demandas está próximo e atender às suas necessidades. “Vamos atingir nossos objetivos com ofertas de impressoras jato de tinta que hoje representa mais ou menos 15% da nossa participação no mercado”, diz Choki.

Canon

Fabiano Peres

Masaharu Choki

multifuncional

novo CEO

PME

WG 7140

WG 7150

WG 7200

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento