Tecnologia

Embratel tem documentação aprovada para o projeto Pernambuco Conectado

Embratel atendeu a todos os requisitos exigidos para oferecer os serviços para Pernambuco

A Embratel cumpriu esta semana mais uma etapa para a implementação do projeto Pernambuco Conectado. A comissão especial de licitação do Governo de Pernambuco validou as documentações de qualificação técnica e econômico-financeiro apresentadas pela Embratel, detalhadas em mais de 32 mil páginas em seu projeto, e todos os seus diferenciais e sua moderna estrutura de telecomunicações. Todos os requisitos técnicos e exigências solicitadas pelo Governo no edital foram atendidos e cumpridos pela companhia, comprovando que está apta para interligar todos os endereços da administração pública por meio de sua rede e de seus serviços.

“A Embratel é a fornecedora de Soluções Digitais e Telecom preferencial para projetos dos Governos, uma vez que tem tradição, estrutura e compromisso com os clientes, sempre entregando todo os serviços contratados, com a melhor infraestrutura e as mais avançadas tecnologias do Brasil”, afirma Maria Teresa Azevedo Lima, diretora executiva para Governo da Embratel, ressaltando que a Embratel tem ampla experiência em projetos de grande porte, como Fórmula 1, jogos olímpicos e paralímpicos. “Somos uma empresa bem-sucedida e comprometida com o desenvolvimento do Brasil”, complementa a executiva.

A licitação teve como objetivo a contratação de serviços técnicos especializados de implantação, operacionalização e manutenção de solução de telemática, para prestação de serviços de telefonia fixa e móvel, acesso à Internet e transmissão de dados 

Por meio da infraestrutura da Embratel, Pernambuco terá acesso a modernos sistemas para beneficiar a população e incentivar o desenvolvimento tecnológico e a gestão de mais de 80 mil itens distribuídos por Pernambuco. “A conquista de um contrato tão importante como este mostra que a infraestrutura e serviços da Embratel são os mais bem preparados para atender às necessidades de Estados do Brasil, a exemplo de outros casos de sucesso que temos nacionalmente”, afirma a diretora.

O PE Conectado é um projeto diferenciado que visa o desenvolvimento de uma nova rede corporativa no Governo de Pernambuco para integrar serviços para atendimento a órgãos e entidades do Estado. A licitação teve como objetivo a contratação de serviços técnicos especializados de implantação, operacionalização e manutenção de solução de telemática, para prestação de serviços de telefonia fixa e móvel, acesso à Internet e transmissão de dados, com operação técnica integrada especializada para o Governo do Estado de Pernambuco e outros Poderes.

A Embratel já tem tradição no Estado de Pernambuco. Além de ser uma das maiores empresas na região, ampliará sua presença com a nova estrutura que será desenvolvida, em consórcio com a Smart Networks, levando mais velocidade e benefícios diretos para diversas áreas, como educação, saúde e serviços públicos para a população. A expansão da rede também beneficiará a cobertura de mobilidade e TV por Assinatura em todo o Estado. A Smart Networks é uma operadora pernambucana, embarcada no Porto Digital e especializada no atendimento a clientes corporativos e governo.

No PE Conectado II, a capital Recife será o ponto de concentração da rede. Doze cidades estratégicas servirão de pontos regionais para implantação de infraestrutura. Entre as cidades estão Goiana, Fernando de Noronha, Palmares, Caruaru, Toritama, Garanhuns, Arcoverde, Petrolândia, Serra Talhada, São José do Belmonte, Ouricuri e Petrolina. “Estamos muito felizes por participar de um projeto que trará importantes avanços para Pernambuco, que cada vez mais se desponta nacionalmente por seu empreendedorismo e por reunir talentos em seu polo de tecnologia”, diz a executiva.

O projeto da Embratel prevê entrega de mais de 3,6 mil circuitos com sistema de segurança Embratel para acessos dedicados, 4 mil chips com tecnologia 4G para rede privada de telefonia móvel – LTE Privado, 25 mil linhas de telefonia móvel, mais de 15 mil aparelhos de celular, mais de 20 mil linhas de telemetria, Wi-Fi interno com 12,5 mil pontos de acessos para utilização interna em diversos órgãos  do Governo, Wi-Fi externo com 2,95 mil pontos de acessos para uso em praças e locais públicos, 15 mil pontos para Comunicação Unificada, 29.263 ramais de telefonia fixa, 620 pontos de Contact Center com Infraestrutura de telefonia fixa, Distribuidor Automático de Chamadas – DAC, Gravação e Unidade de Resposta Audível – URA, operação integrada para monitorar mais de 80 mil itens tecnológicos e serviços de segurança de rede.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório