book_icon

Brasileira lança app para recrutar temporários e sai na frente do Uber

O produto da Closeer já está ingressando no mercado, enquanto o do concorrente está em fase de testes
Brasileira lança app para recrutar temporários e sai na frente do Uber

software livre aplicativosA diferença entre o aplicativo para recrutamento de freelancers no mercado de food service que o Uber anunciou em Chicago do similar da startup brasileira Closeer é que o primeiro está em fase de testes enquanto que o outro está ingressando no mercado. Idealizado há seis meses por Walter Vieira, Fernando Ferreira e Fábio Diomelli, empreendedores com larga experiência em tecnologia e food service, o app nacional pretende unir a demanda de estabelecimentos por profissionais temporários a trabalhadores que atuam ou querem ingressar nesse mercado.

A Closeer chega para atender a um mercado composto por 1,2 milhão de estabelecimentos que empregam 6 milhões de pessoas, das quais 450 mil são trabalhadores temporários. Além de ter um turn over elevado, o setor sofre com oscilações quanto a movimento de clientes, provocadas por fatores sazonais ou até mesmo climáticos, o que inviabiliza a manutenção de uma força de trabalho estável. Desta forma, tende a ser um dos maiores beneficiados do Trabalho Intermitente e do Trabalho Temporário, regularizados pela Reforma Trabalhista, aprovada em novembro de 2017.

“Há diversas situações em que esses estabelecimentos têm emergência em recrutar profissionais, seja em períodos de pico de movimento ou porque um profissional faltou. Não havia soluções para esse tipo de situação, que é muito comum”, diz Walter Vieira, Fundador e CEO da Closeer. “Para chamar alguém, a solução era recorrer a conhecidos de alguém, algo muito pouco criterioso, sem a avaliação do histórico”, afirma.

 Ao acompanhar, em tempo real, o deslocamento do profissional, tem-se uma garantia extra de que se contará com seus serviços 

A Closeer inicia suas operações em São Paulo, onde há mais de 20 mil estabelecimentos de food service. Até o final do ano, a expectativa é que haja 500 estabelecimentos e 1.500 profissionais cadastrados, desde garçons, chefes e cozinheiros a motoboys, manobristas e seguranças.

“A tecnologia empregada nesse processo se limitava, basicamente, ao envio de mensagens via Facebook ou WhatsApp ao conhecido de alguém próximo do empregador. O que a Closeer faz é oferecer aos donos de estabelecimentos uma plataforma de profissionais para contratação imediata, além de dar, para as duas partes, históricos e avaliações, tanto dos trabalhos realizados quanto dos estabelecimentos, o que não existia”, afirma.

O app Closeer elimina a lista de vagas em que candidatos buscam oportunidades disponíveis. Com um click, o estabelecimento recruta um profissional com determinado perfil. O algoritmo encontra quem possui a qualificação demandada e, de acordo com sua localização, disponibilidade e avaliação, o recomenda. Se este aceitar a oferta, ambos são colocados em contato, via chat. Acertado o recrutamento, o app permite que o empregador acompanhe o deslocamento do profissional até o estabelecimento via geolocalização.

“O aplicativo também é conectado ao Uber, o que possibilita ao empregador que tem urgência garantir o transporte do trabalhador. Ao acompanhar, em tempo real, o deslocamento do profissional, tem-se uma garantia extra de que se contará com seus serviços”, diz. Além de garantir rapidez no recrutamento, o aplicativo proporciona segurança, já que todos os cadastrados têm sua documentação verificada, via face-match, pelo próprio app, inclusive quanto a antecedentes criminais.

Para trabalhadores, que se cadastram gratuitamente na plataforma, serve também para o ingresso em profissão. “O algoritmo seleciona também pela experiência exigida. Há casos em que ela não é necessária. Portanto, se alguém tem aptidão para determinada atividade, pode se candidatar. Pode até levar mais tempo, mas haverá demanda pelos seus trabalhos”, diz.

O início dos testes com Uber Works foi anunciado pela startup americana em meados de outubro. “A ideia do Closeer surgiu há 6 meses. Além da Reforma Trabalhista, havia essa demanda emergencial e permanente do segmento de food service por vários tipos de profissionais para trabalhados temporários e intermitentes. A realidade brasileira nos proporcionou colocar a solução no mercado ao mesmo tempo em que o Uber anuncia testes com seu similar”, diz.

“Creio que o app terá um impacto social também, já que há hoje no país quase 13 milhões de desempregados”, afirma Walter. Outro ponto que a ferramenta atende às expectativas de um novo tipo de trabalhador, surgido com a chamada Geração Y, que não gosta de manter vínculos empregatícios ou permanecer muito tempo em um mesmo emprego. “O Closeer dá liberdade para trabalhar quanto e onde quiser e ganhar dinheiro, com controle sobre a própria vida”.

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.