Mercado

Accesstage investe R$ 2 milhões em empresa de BI

IN10 fornece, além de tecnologia, a inteligência na consolidação e apresentação dos dados de forma ágil para a tomada de decisão para as empresas

Para manter a vantagem competitiva, o mercado exige que gestores tenham fácil acesso às análises dos dados e tomadas de decisões em todas as áreas da empresa, seja estratégico, gerencial ou operacional. Pensando nisso, a Accesstage, especialista em soluções para intercâmbio de dados financeiros, anuncia investimento de R$ 2 milhões na IN10, uma empresa com ampla expertise em análise de dados e business intelligence, que fornece, além de tecnologia, a inteligência na consolidação e apresentação dos dados de forma ágil para a tomada de decisão para as empresas, com o objetivo de promover o crescimento de forma sustentável, com qualidade e segurança nas informações.

Uma das crescentes demandas do mercado é a estratégia de análise preditiva 

“O coração do nosso negócio é entender quais são os dados estratégicos para que a empresa possa monitorá-los em tempo real. Fazemos todo processo para unificar dados em uma única base, onde o cliente passa a explorar as informações e melhorar a tomada de decisão da empresa”, explica Mário Takami, CEO da IN10.

Uma das crescentes demandas do mercado, segundo ele, é a estratégia de análise preditiva, que é a junção da análise do alto volume de informações que é criado diariamente e algoritmos para prever tendências em futuro próximo ou distante. Ter a predição do clima indicando chuvas, por exemplo, auxilia na preparação de uma rede de cinemas para receber um número maior de clientes naquele período.

Hoje, grande parte das empresas possui sistemas para controlar uma série de informações, como CRM ou ERP, recursos que não se conversam, dificultando a visualização e a compilação dos registros. Se a diretoria da empresa tem uma reunião importante no primeiro horário da manhã e precisa rapidamente de acesso à alguns dados para discutir um tema e tomar uma decisão, essa ação ficará atrelada a um recurso humano, que obrigatoriamente precisa estar presente na empresa no momento, ter acesso às planilhas Excel ou sistemas legados, extrair os dados e apresentá-los à diretoria, às vezes não tão rapidamente e tampouco de forma satisfatória.

Nesse processo, muitas vezes feito às pressas, podem acontecer erros humanos em uma ou mais etapas, até a consolidação dos dados e apresentação do relatório. Para que eles sejam tratados de forma inteligente, ágil e com segurança nas informações, a IN10 entra com a metodologia de gestão e tecnologia, otimizando o acesso aos dados necessários, que passam a ser consolidados para serem explorados.

Segundo Takami, a combinação do core business do cliente com a adoção de tendências tecnológicas ajudam na implementação de iniciativas que transformam o desempenho da empresa. Por meio de ferramentas, como o Tableau, o cliente passa a ter uma melhor capacidade de compreensão e exploração dos seus dados, permitindo à empresa ter uma visão única de todas as informações que podem ser valiosas para as ações estratégicas.

Tecnologia adequada para todas empresas – De acordo com Takami, hoje muito se fala em Big Data, mas são poucas as empresas que optam por deixar totalmente para trás o trabalho manual diário para otimizar o acesso aos dados e dashboards. “As companhias têm a visão de que esse tipo de projeto exige um alto investimento e optam por investir em outras frentes. Mas hoje essa tecnologia já é acessível para todos os tipos de empresa, pois é Taylor-Made, ou seja, feita e adequada exclusivamente para cada um dos cenários, demandas e necessidades dos clientes”, explica.

Com a integração das ferramentas utilizadas pelas empresas, a IN10, apresenta os resultados em dashboards de fácil compreensão, provendo um conhecimento sobre a empresa que poderia até então não ser claro para as áreas de negócios, como argumenta Takami. “Mudamos a forma como as empresas decidem e conduzem seus negócios. Nossa atuação proporciona sinergia com o objetivo de desenvolver modelos operacionais para o futuro. Ajudamos a transformar estratégia em realidade”, afirma o executivo.

A empresa atende todos os tipos de segmentos e possui mais de cem clientes satisfeitos, entre eles, a própria Accesstage. A parceria surgiu de uma necessidade interna de BI, que custaria tempo e alto recurso financeiro. Após o trabalho implementado na empresa, surgiu a parceria. “Antes de ir para o mercado com a solução da IN10, implantamos dentro de casa. Hoje, a área responsável por gerar os resultados da empresa e traçar sugestões de estratégias e melhorias de negócio, utiliza as plataformas de inteligência da IN10 e o resultado é muito mais eficaz.

Conseguimos descobrir tendência de negócios, analisar os dados em tempo real e ter a informação de forma mais rápida”, diz Celso Sato, presidente da Accesstage.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.