book_icon

ESET anuncia ganhadores do Prêmio ESET de Jornalismo em Segurança Cibernética 2018

A ESET, empresa líder em detecção proativa de ameaças, anuncia os ganhadores da 11ª edição do Prêmio ESET de Jornalismo de Segurança Cibernética, uma iniciativa única na região, cuja finalidade é reconhecer o trabalho e dedicação daqueles que difundem informações, visando a conscientização dos usuários a respeito da segurança digital.

Com as melhores classificações e resultados nas avaliações por quase toda a mesa do júri, o Prêmio ESET de Jornalismo em Segurança Cibernética desse ano vai para o colombiano Rodrigo Rodríguez, da revista DONJUAN, por seu trabalho intitulado “Bonnie y Clyde en la era digital”. Como prêmio, Rodrigo viaja a Barcelona, na Espanha, em fevereiro de 2019 para participar do Mobile World Congress, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo. Ao mesmo tempo, terá a oportunidade de visitar a sede da ESET localizada na Bratislava, Eslováquia.

Os finalistas de cada categoria também serão premiados pela alta qualidade de seus trabalhos. Na categoria Imprensa Gráfica, a finalista vencedora é Carla Mandiola Garcia, do jornal El Mercurio, do Chile, com o artigo ¿Me está escuchando Facebook?. A vencedora da categoria Digital é a brasileira Alice Cristiny Ferreira De Souza, do jornal Diário de Pernambuco, por sua matéria Mulheres são o principal alvo de agressões e difamações na internet. Já a categoria Multimídia reconhece Rodrigo Gutiérrez, do Canal Trece, da Colômbia, por seu relatório intitulado Los secretos ocultos de la Deep Web.

Nesta edição do Prêmio ESET, recebem menções especiais as obras mais bem avaliadas dos seguintes locais: Região do Brasil, cujo vencedor é Ramon de Souza Santos, do Canal Tech, com seu trabalho Privacidade | Onde, como e para que é usado seu CPF cadastrado em lojas físicas. A Região do México, onde Ariadna Cruz destacou-se por seu trabalho: ¿La inteligencia artificial amenaza la privacidad? em El Universal. Na Região Andina, venceu o equatoriano Estefano Davila com seu trabalho Los gamers también enfrentan ciberamenazas no El Comercio. Por outro lado, a Região Rioplatense teve Pablo Labarta como vencedor por seu trabalho Cazadores de bugs na revista Information Technology, da Argentina. A Região da América Central,Luis Assardo da Guatemala foi destacado pelo artigo Los Netcenters: negocio de manipulación, no Medium. Nesta edição, foi decidido também premiar a Região do Caribe Sul-Americano, onde Ricardo Areiza foi o vencedor da mídia colombiana La Nación, com seu artigo La historia secreta del ladrón de millas.

Os trabalhos foram avaliados de acordo com a relevância social do tema desenvolvido, a originalidade da pesquisa, o tratamento das informações, a qualidade da narrativa e o uso correto da terminologia técnica.

Para conhecer os vencedores das edições anteriores, acesse: http://premios.eset-la.com/periodistas/

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.