Informe aqui

Planejamento Anual de Marketing: entenda sua importância e como estruturá-lo

Planejamento Anual de Marketing: entenda sua importância e como estruturá-lo

Confira as dicas para definir melhor as ações de marketing a fim de atingir as metas em 2019

São Paulo, outubro de 2018 – O final do ano se aproxima e este é o melhor momento para preparar as estratégias de negócios que contribuirão para o crescimento das empresas em 2019. Um instrumento imprescindível para isso é o planejamento anual de marketing, que tem um papel de extrema importância para que as marcas consigam atingir os seus públicos-alvo, contribuindo, assim, para o alcance de metas comerciais, bem como com a geração de receita que cooperem com a margem de lucro da empresa.

Pensar com antecedência nas ações do próximo ano permite não apenas priorizar recursos como também otimizar o investimento. No entanto, definir propriamente a verba de marketing pode ser conflitante, pois para muitos empreendedores o recurso destinado à área ainda é visto como uma despesa. Cabe ao profissional de marketing estruturar o plano da melhor forma, a fim de deixar evidente que ele trará retorno, além de como ajudará na entrega da estratégia.

Por isso, para prever as verbas do planejamento anual de marketing é preciso levar em consideração diversos fatores, como os objetivos da empresa, contexto atual do mercado, sazonalidades e, claro, a transformação digital. Por isso, a Performa Web, agência de marketing digital full service, elaborou algumas dicas estratégicas de como definir melhor o orçamento da empresa neste momento:

Estabeleça um orçamento e defina suas metas

Parece clichê quando se trata de planejamento, mas o orçamento é um dos principais elementos do planejamento anual de marketing. Fazer uma comparação entre o plano de marketing do ano anterior, o atual e o do próximo ano também é uma forma de se guiar na hora de calcular essa verba, além de garantir o crescimento dos resultados para o ano seguinte. Considerar se existe algum elemento novo na estratégia que também deve ser considerado. A revisão contínua com a análise comparativa de várias ferramentas gerenciais — desde sistemas de análise de tráfego, cadastros e gerenciador para campanhas de marketing — também auxiliam a definir a melhor aplicabilidade do plano e a influenciar na decisão final do novo orçamento.

Com o budget definido, é hora de desdobrar as metas de negócio para as metas das campanhas dos próximos 12 meses, que serão as chaves para acionar eventuais planos de contingência ou ajustes no planejamento ao longo do ano.

Defina as ações prioritárias

Ações prioritárias envolvem desde definir determinados alvos e segmentos de mercado, até identificar as sazonalidades do ano, como datas importantes e eventos relevantes para os negócios da empresa — Dia das Mães, Dia do Consumidor, Black Friday e Natal, por exemplo. Definindo essas prioridades é possível planejar as ações com antecedência, sem fugir do orçamento previsto, especialmente na criação de ações de branding que acontecerão ao longo do ano para engajar os seus principais públicos de interesse.

Inclua no planejamento uma estratégia digital

A transformação digital não se trata apenas da adoção de novas tecnologias ou da automação de processo, mas refere-se ao comportamento desses novos consumidores, sobretudo no que tange ao relacionamento entre marca e público-alvo. Por isso, entender o posicionamento digital da empresa também é uma ação importante do planejamento anual de marketing, que envolve desde a revisão do site e jornada de compra do cliente, até a avaliação do posicionamento das marcas nas redes sociais e os resultados orgânicos e pagos nas pesquisas de busca. Prever ações e investimentos como, por exemplo, links patrocinados também pode ser uma excelente alternativa para melhorar o seu posicionamento no ranking de busca do Google.

Avalie o número de colaboradores e crie o orçamento para três cenários diferentes

Outro fator a se considerar na hora de estruturar a verba destinada ao marketing é avaliar o número de colaboradores necessários para colocar em prática as estratégias definidas no plano. Saber quem estará no comando de cada projeto ou se será preciso terceirizar contratações é muito importante para definir melhor como segmentar o budget destinado ao marketing.

Por fim, mas não menos importante, é fundamental a criação de orçamentos para três cenários diferentes: pessimista, realista, otimista. Dê bastante atenção ao cenário pessimista, pois, se nele, o negócio não for no mínimo viável, é melhor não insistir. Numa conjuntura pessimista, deve-se prever as piores situações de receita, custos, despesas e investimentos para a companhia. Enquanto numa conjuntura realista, o cenário é mais pé no chão e pensado de forma mais crítica, avaliando os impactos de cada decisão no contexto geral. Já no cenário otimista, o ambiente é extremamente favorável, tanto em termos de receita, quanto de investimento.

Com essas estratégias já retificadas, o destino da verba para o planejamento anual de marketing consegue se alinhar melhor aos planos e perspectivas da empresa, permitindo a priorização de recursos e a otimização do retorno sobre investimento.

Na dúvida, caso não tenha uma estrutura de comunicação corporativa, avalie a possibilidade de contratar uma empresa especializada em marketing, que estará apta para atuar como uma consultoria e dará o direcionamento adequado para atender às prioridades do seu negócio.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.