Informe aqui

PLL Assistência explica a importância, prós e contras das películas de proteção para celular

São Paulo, outubro de 2018 – Com a evolução da tecnologia, a maioria dos smartphones hoje não possuem teclados e as telas são todas em touchscreen, que apesar de moderno e prático, é mais sensível e fácil de quebrar. Por isso, proteger a tela é um item indispensável na vida do consumidor.

A PLL Assistência, empresa especializada em serviços de assistência técnica para celulares, realiza mais de 40 mil reparos por mês, sendo que cerca de 90% dos reparos estão associados a danos nas telas. A PLL assistência faz parte do Grupo PLL que possui cinco marcas com soluções diversas para o mercado de smartphones (franquia de reparo rápido, refabricação de aparelhos, venda e troca, dentre outros). “Hoje é extremamente recomendado a utilização da película, pois ela evita que a tela trinque em uma queda. A maioria dos reparos que atendemos dentro e fora de garantia são telas trincadas, um dos itens mais caros”, diz Rodrigo Bonacorso, gerente de laboratório da PLL.

Assim como as capas anti-impacto, as películas evitam danos ao celular protegendo a tela e o display contra os arranhões, quedas e até mesmo a pressão forte que fazemos com os dedos, características que encurtam a vida útil do aparelho. Mas, não é uma tarefa fácil escolher qual tipo de película usar com tantas opções no mercado. Há uma gama de modelos, entre elas as de vidro, gel, fosca, com bordas curvas e até líquida. “O tipo de película ideal varia muito do modelo do smartphone e do perfil do usuário. Entre as mais usadas, está a chamada de privacidade com efeito ‘black out’ para vistas laterais fora do ângulo de 60º graus a partir do centro da tela. Mas, a mais recomendada ainda é a de vidro, por ser mais resistente à queda”, afirma Rodrigo.

Ainda segundo o Bonacorso, é necessário fazer a manutenção da película protetora caso ela se quebre. “Já reparei algumas vezes na rua pessoas que tem a película trincada e o recomendado é que a troque o quanto antes, pois a tela do aparelho corre o risco de trincar em uma nova queda. Faça sempre a manutenção da película, é mais barato que trocar a tela touch”, acrescenta o gerente.

Para uma boa proteção e que não afete a usabilidade do celular, é indispensável o uso de acessórios originais. O protetor de tela de má qualidade interfere na identificação do toque à tela touch, devido à sua sensibilidade.

Sobre o Grupo PLL
Fundada em 2005 pelos irmãos e sócios Pablo e Lucas Linhares, o Grupo PLL é especialista em serviços de assistência técnica de celulares. Com mais de 13 anos de mercado e 9 lojas no Brasil, a PLL atua como rede autorizada dos principais fabricantes de celulares, realizando mais de 40 mil reparos por mês, além trabalhar com regulação de sinistros, atendimento corporativo e venda de celulares seminovos e acessórios de qualidade.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.